Qui - 19/04
28º 20º 10:24
Guaíra - SP

Após reclamações, prefeitura limpa área verde do Residencial Taís II

Com as enxurradas, bueiro estava entupido de lixo e terra; detritos descartados irregularmente pela população foram recolhidos pelas equipes de limpeza

Cidade
Guaíra, 18 de Janeiro de 2018 - 10h14

Após denúncia de moradores locais sobre o alagamento na Avenida Marginal, com a Rua 27B, no Residencial Taís II, a prefeitura realizou limpeza na região, na manhã desta terça-feira (16), retirando um caminhão de entulho e lixo, jogados irregularmente pela população.

Como a terra e os detritos entupiram o bueiro, as chuvas intensas causaram alagamento na via pública, prejudicando o trânsito dos guairenses. Assim, as equipes de limpeza do departamento de Serviços Urbanos tiveram que fazer raspagem nas guias e recolher restos de materiais de construção.

Segundo o governo municipal, o Departamento de Esgoto e Água de Guaíra também desentupiu a boca de lobo, na tentativa de amenizar a situação. Caso ocorra novamente, os guairenses podem entrar em contato através do número 0800 941 1007.

Outro fator que contribui para o problema de escoamento na região é a falta de calçadas nas áreas verdes da Avenida Marginal, sendo uma delas de responsabilidade da prefeitura. Em contato com o Executivo, foi informado que a ação está dentro do planejamento das intervenções do prefeito José Eduardo para este ano.

MUITO LIXO

Por estar nas extremidades do município, muitos guairenses têm utilizado a Avenida Marginal como “depósito de lixo”, descartando sacolas plásticas, resíduos sólidos e materiais inservíveis no local.

Apesar de os moradores cobrarem a prefeitura frequentemente pela limpeza, já que as sujeiras acarretam em animais peçonhentos dentro das residências, falta a colaboração dos cidadãos, que não respeitam o dia de coleta de suas casas e acabam fazendo da via pública uma espécie de “aterro”. A prefeitura disponibiliza o telefone da Ouvidoria e também da Guarda Civil Municipal (199) para a denúncia de casos como esses.

LAGOA DO FOGÃO

O mau cheiro também incomoda os residentes do Bairro Taís II. Por estar em seu limite, a Lagoa do Fogão causa um forte odor na área e se tornou motivo de reclamação dos munícipes.

O governo alega que a questão da lagoa de dejetos será solucionada somente com a finalização das obras da Estação de Tratamento de Esgoto, que o Executivo espera entregá-la ainda em 2018.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos