Ter - 14/08
32º 13º 10:25
Guaíra - SP

Averiguação Cadastral do CadÚnico é prorrogada até 17 de agosto

Famílias com irregularidades devem atualizar os dados para evitar o cancelamento dos benefícios do Bolsa Família

Cidade
Guaíra, 21 de julho de 2018 - 07h34

 

 

 

 

Foi prorrogado para o dia 17 de agosto o prazo para algumas famílias regularizarem a situação por meio da Averiguação Cadastral no Cadastro Único (CadÚnico) e, assim, evitarem o cancelamento dos benefícios do Bolsa Família e da Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE).

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), estes beneficiários fazem parte do grupo 3 da Averiguação Cadastral, ou seja, famílias que apresentaram algum tipo de inconsistência de renda proveniente de dados do mercado de trabalho, recebimento de benefícios previdenciários ou do Benefício de Prestação Continuada (BPC), contribuições previdenciárias e óbito. Segundo o MDS, mais de 720 mil famílias integram esse grupo no País.

As famílias incluídas nos cinco grupos de Averiguação e Revisão Cadastral estão sendo convocadas para atualizarem seus cadastros de maneira escalonada.

Averiguação Cadastral

A Averiguação Cadastral agrega as pessoas com cadastros atualizados e que foram identificados com diferentes tipos de inconsistência. Cada grupo de Averiguação Cadastral possui prazos diferentes para mobilização, atualização e repercussão nos benefícios e nos cadastros das famílias.

A Averiguação Cadastral das famílias tem como objetivo verificar as informações registradas, por meio do cruzamento dos dados fornecidos pelos usuários com outras bases de dados do Governo do Brasil. Em caso de inconsistências nas informações, as famílias são chamadas para atualizarem seus dados junto às secretarias de assistência social dos municípios.

CadÚnico

O Cadastro Único para Programas Sociais do Governo do Brasil é uma ferramenta que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda do País, permitindo que a realidade socioeconômica dessa população seja conhecida pelo governo. A execução do Cadastro Único é de responsabilidade compartilhada entre o governo do Brasil, os estados, os municípios e o Distrito Federal.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos