Ter - 23/10
31º 20º 09:48
Guaíra - SP

Campanha de vacinação contra paralisia infantil tem início hoje com “Dia D”

Cidade
Guaíra, 15 de agosto de 2015 - 12h16

Segundo a enfermeira de vigilância epidemiológica, Ana Carolina M. Minóda de Oliveira, responsável pela campanha na cidade, a meta é imunizar contra o poliovírus cerca de 95% das 2122 crianças do município

 

Começa hoje, a campanha nacional de vacinação contra a Poliomielite (paralisia infantil) e atualização da caderneta de vacinação, para crianças de seis meses a menores de 5 anos de idade.

As gotinhas serão distribuídas até o dia 31 e os pais devem levar seus filhos nas USF – Unidades de Saúde da Família –  de sua referência, postinho em que são atendidos regularmente.

A grande mobilização da campanha, o chamado dia D, irá manter as unidades abertas, atendendo a população, das 8h às 17 horas. Os pais ou responsáveis devem levar a carteira de vacinação para ser atualizada.

Segundo a enfermeira de vigilância epidemiológica, Ana Carolina M. Minóda de Oliveira, responsável pela campanha na cidade, a meta é imunizar contra o poliovírus cerca de 95% das 2122 crianças do município.

Ana Carolina ainda lembra que os pais podem atualizar a caderneta de vacinação de seus filhos. “Essas crianças ainda poderão receber vacinas que estão em atraso. Serão oferecidas todas as vacinas do calendário básico de vacinação da criança visando diminuir o risco de transmissão de enfermidades imunopreveníveis, assim como, reduzir as taxas de abandono do esquema vacinal”, destaca a enfermeira.

A poliomielite é uma doença altamente infecciosa causada por um vírus capaz de invadir o sistema nervoso central e causar paralisia. O vírus é introduzido no organismo através da boca, se multiplica no intestino e a infecção pode ser inaparente em 99% dos casos. O quadro clínico é caracterizado por febre, mal-estar, cefaleia, distúrbio gastrointestinal e rigidez de nuca, acompanhado ou não de paralisia. Não há tratamento para a doença e a vacinação é a única forma de prevenção.

O Estado de São Paulo está livre da poliomielite há 27 anos. “A participação nessa campanha é fundamental para a prevenção contra a paralisia infantil e, assim, mantermos erradicada essa doença no Estado. Por isso, sugerimos aos pais e responsáveis que aproveitem esse ‘Dia D’ para levar as crianças no posto de vacinação mais próximo de sua residência, portando a caderneta de vacinação para eventual atualização”, conclui Ana Carolina.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos