Sáb - 20/10
31º 19º 16:22
Guaíra - SP

Censo Agropecuário: IBGE inicia Comissão de Geografia e Estatística em Guaíra

Geral
Guaíra, 16 de agosto de 2017 - 09h31

A CMGE irá atender o princípio da transparência nos trabalhos do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística

  

Na manhã de ontem (15), foi realizada a 1ª Reunião da Comissão Municipal de Geografia e Estatística (CMGE) de Guaíra, através do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), na sede do Sindicato Rural.

O coordenador regional, Júlio César Mora, definiu os primeiros integrantes do grupo que acompanhará o desenvolvimento dos trabalhos do Censo Agropecuário 2017, participando e colaborando com as pesquisas, resguardados o sigilo das informações e as orientações e conceitos técnicos definidos pelo IBGE.

Neste primeiro momento, fazem parte da Comissão: Renato Massaro, Francisco Muraishi e Diego do Sindicato Rural; Jorge Domingos, presidente da Câmara Municipal; e meios de comunicação Jornal O Guaíra e Rádio Sefe.

“Com os presentes nesta primeira reunião, formamos a CMGE de Guaíra. Durante o Censo Agropecuário, teremos outros dois encontros para informarmos o andamento das pesquisas. A presença do poder público – já convidado – continua sendo bem-vinda, assim também como produtores rurais e representantes de classes e entidades”, afirma Júlio.

“A Comissão visa atender o princípio da transparência nos trabalhos do IBGE, permitindo à sociedade conhecer e acompanhar o desenvolvimento das atividades do Instituto e apoiar o processo de trabalho e de melhoria contínua das mesmas”, completa.

CENSO 2017

Foram ainda apresentados os mapas do município e o trabalho que será realizado pelos recenseadores, que percorrerão toda a área rural para levantar informações sobre agricultura, extração vegetal, criação de animais de grande, médio e pequeno porte, beneficiamento de produtos agropecuários, entre outros.

“Serão coletados dados, através de preenchimento de questionário eletrônico, sobre o total de estabelecimentos e o que produzem; utilização de pessoal e mão-de-obra; caracterização do produtor; distribuição e uso de terras; entre outras informações do setor referidas de 1º de outubro de 2016 a 30 de setembro de 2017, já que o último Censo foi feito há 10 anos”, explica Júlio.

De acordo com o eng. agr. do Sindicato Rural, Renato Massaro, os dados da agropecuária estão defasados e é necessário que sejam mais precisos. “Tivemos um salto na agricultura local, tanto em grãos quanto em área irrigada, transgenia e equipamentos. Nosso sindicato atualiza os dados a cada dois meses, mas, com o IBGE teremos informações mais precisas e válidas para todo o país”, destaca.

Francisco Muraishi ressaltou o apoio. “O IBGE pode contar com o Sindicato Rural e Casa da Agricultura, que são grandes incentivadores e apoiadores do Censo Agropecuário 2017.”

Para o presidente da Câmara, Jorge Domingos, com resultados mais precisos, Guaíra poderá reivindicar por melhorias nos governos estadual e federal. “A Câmara participa desta iniciativa e se coloca à disposição para o que precisar. Teremos esse ‘raio X’ do município, o que nos dará mais oportunidade de buscar o reconhecimento de Guaíra nas esferas estadual e federal”, finaliza.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos