Qui - 18/10
31º 21º 12:54
Guaíra - SP

Cirurgião Dr. Hassan anuncia desligamento da Santa Casa e do governo municipal

O médico faz parte do quadro de funcionários concursados pela prefeitura e do corpo clínico do hospital desde 2008; o profissional não quis dar mais detalhes sobre o motivo de sua saída

Cidade
Guaíra, 17 de Abril de 2018 - 10h01

Através de carta enviada ao Corpo Clínico e à diretoria da Santa Casa de Misericórdia de Saúde de Guaíra, na última sexta-feira (13), o cirurgião geral Dr. Hassan Assad Salman anunciou o seu desligamento das atividades do hospital e também das unidades básicas e ambulatório, os quais atua como médico concursado da prefeitura.

De acordo com o “aviso prévio”, ele solicita a exoneração do cargo, tanto no governo municipal como na entidade, a partir do dia 1º de junho, para que ambos possam encontrar outro profissional para substitui-lo.

“Minha intensão com este comunicado prévio é haver tempo hábil para que possam ser tomadas as devidas providências e não haver prejuízos aos pacientes relacionados ao serviço de cirurgia geral”, afirma Dr. Hassan no documento que, segundo ele, foi entregue aos diretores clínico (Dr. Ricardo) e técnico (Dr. Paulo) da Santa Casa e à diretoria da instituição.

O Jornal O Guaíra entrou em contato com o provedor Jonas Lellis, que lamentou a saída do cirurgião. “Um renomado profissional. Lamentamos sua saída. A Santa Casa continua com dificuldades, com atraso no pagamento de médicos, funcionários e fornecedores. Por isso, pedimos tanto a ajuda da população neste momento, já que o que o governo repassa não é suficiente para cobrir as despesas”, aponta Jonas ressaltando o momento crítico pelo qual a entidade enfrenta.

A prefeitura alegou desconhecer o pedido formal do Dr. Hassan. De acordo com a Secretaria de Saúde, o “médico concursado na especialidade de cirurgia Geral não recebeu nenhum pedido de exoneração do cargo feito tanto na secretaria de saúde como no Departamento de Pessoal da prefeitura.”

Dr. Hassan

O cirurgião geral Dr. Hassan Assad Salman atua como médico concursado pela prefeitura de Guaíra desde 2008, quando também começou a fazer parte do corpo clínico da Santa Casa de Misericórdia, ficando conhecido pelo bom atendimento e pelo sucesso em suas centenas de cirurgias na cidade. Ele também foi secretário de saúde em 2015, mas assumiu a pasta apenas por dois meses, durante a gestão do ex-prefeito Sergio de Mello.

A reportagem dessa folha conversou com o profissional, que não quis dar entrevistas aos veículos de comunicação, mas confidenciou algumas coisas. Entre elas, Dr. Hassan confirmou que a carta é verdadeira e definitiva.

Sobre a entrega do “aviso prévio” na Câmara Municipal e a não oficialização da exoneração no governo municipal, o médico destacou que informou a secretaria através da coordenadora da Atenção Especializada (Pronto Socorro e Ambulatório), Adriana Cristina.

“Quando entreguei a carta para o diretor clínico, Dr. Ricardo, o vereador Dr. Cecílio pediu se poderia enviar para a Câmara e eu disse que poderia. Para a Adriana, coordenadora do Pronto Socorro e ambulatório, que faz parte da prefeitura e é administradora do hospital, entreguei duas vias e pedi para ela receber como administradora e como coordenadora da saúde municipal, para ela entregar ao Jorginho. Perguntei se precisaria comunicar ao departamento pessoal e ela me disse que isso é imediato, que posso anunciar de um dia para o outro. Assim, deixei para o final quando for fazer a demissão, porque lá não precisa fazer aviso prévio”, explica.

Ao ser indagado se ele deixará o município, o médico contou que ainda não tem certeza do que fará, se manterá o atendimento em Guaíra ou se trabalhará fora. “Ainda não decidi isso. Não era minha vontade, mas, infelizmente…”, finaliza.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos