Seg - 16/07
29º 16º 01:51
Guaíra - SP

Concurso público é oportunidade para buscar estabilidade profissional

Agora
Guaíra, 2 de Março de 2017 - 08h14

Brasil registra atualmente quase 13 milhões de desempregados de acordo com levantamento do IBGE

O concurso público é uma chance para buscar estabilidade profissional, além de proporcionar um salário normalmente mais interessante. Pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta para taxa de desemprego que atinge cerca de 12,9 milhões de brasileiros. O índice de desocupados continua em alta e fechou o trimestre encerrado em janeiro em 12,6%, um crescimento de 0,8 ponto percentual em relação ao período de agosto a outubro do ano passado, quando estava em 11,8%. Editais publicados pelos poderes municipal e estadual, de diversas localidades, apontam para concursos com inscrições abertas.

REGIÃO: Entre eles, na região de Ribeirão Preto, a Câmara Municipal de Altinópolis tem vagas a serem disputadas. São duas oportunidades para os ensinos médio e superior, com salário de R$ 5,3 mil. A prefeitura de Colina tem concurso com inscrições abertas até o dia 23 de março para seis vagas que serão preenchidas por profissionais com o ensino superior. O salário é de R$ 1,1 mil.

ESTADO: Já entre os concursos no estado de São Paulo com maior remuneração, estão vagas para a prefeitura de Bragança Paulista (exigência de ensino superior) e salário de R$ 4,5 mil. As Companhias Docas do Estado de São Paulo – Codesp têm 29 vagas para os ensinos médio e superior, em oportunidades que pagarão salários R$ 6 mil aos aprovados. A Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados de Transporte do Estado de São Paulo (Artesp) tem 161 vagas que serão preenchidas através de concurso público para os ensinos médio e superior que pagam salário de até R$ 10,2 mil.

ESTATÍSTICA: Os dados, divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostram que esta é a maior taxa de desemprego da série histórica iniciada em 2012 e também o maior número de desempregados da história. Segundo o IBGE, com a alta do último trimestre, a população desocupada cresceu 7,3% (o equivalente a mais 879 mil pessoas) em relação ao trimestre de agosto a outubro de 2016. Quando comparada ao mesmo trimestre do ano passado, a alta do desemprego no trimestre encerrado em janeiro chegou a 34,3%, o equivalente a mais 3,3 milhões de pessoas desocupadas. (ODiárioOnline)


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Agora
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos