Seg - 23/07
28º 16º 03:15
Guaíra - SP

Defesa Civil entra na luta contra a dengue

Geral
Guaíra, 12 de Janeiro de 2016 - 13h53

Termina nesta sexta-feira, 15, o prazo para que os possuidores a qualquer título, como locatários ou em comodato, providenciem a limpeza de seus terrenos, fazendo a retirada de qualquer detrito e mato alto

 

Na semana passada o comandante da GCM e coordenador municipal da Defesa Civil, Reginaldo Izaias e a secretária Municipal de Saúde, Jussara Soler Queiroz participaram de um encontro estadual da Defesa Civil para orientação sobre a atuação do órgão no combate à dengue. O evento ocorreu na cidade de Bauru e foi mobilizado pelo chefe da Defesa Civil do Estado, o coronel da PM, José Roberto Rodrigues de Oliveira. O objetivo central do encontro foi de envolver os gestores públicos e comunidades locais no combate ao mosquito Aedes aegypti.

A mobilização ocorreu devido do número de casos registrados das doenças dengue, chikungunya e zika no Estado de São Paulo tendo em vista as sérias complicações que essas epidemias causam à população. Guaíra atingiu o 20º no ranking estadual de casos positivos, ultrapassando cidades com o número muito maior de habitantes.

Assim a cidade recebeu uma Sala de Situação encabeçada pela Guarda Civil e a Secretaria de Saúde. Um grupo que além monitorar as ações de combate ao mosquito e os resultados das atividades, irá mobilizar todos os órgãos do poder público, da sociedade civil organizada e grupos religiosos para engajar toda comunidade no combate.

Serão convidados a integrar o grupo, todos os setores e chefias de serviço da Prefeitura, Ministério Público, Polícia Militar além de clubes de serviços e comunidades religiosas.

O grupo de trabalho deverá estudar individualmente todos os aspectos e casos que colaboram para a infestação. Se necessário, o Ministério Público pode ser acionado, uma vez que o acúmulo e descarte de detritos de forma irregular está colocando em risco à vida de outras pessoas. O mesmo se aplica a recusa em receber o pessoal que está trabalhando no combate a epidemia.

 

TERRENOS VAGOS

 

Uma norma municipal que obriga à manutenção dos lotes não edificados limpos, livres de lixo e entulho, por conta do proprietário foi promulgada em 1992, no entanto para que ninguém alegue desconhecimento foi publicado na página 103 do Diário Oficial de 30 de dezembro de 2015 um edital de notificação.

O documento notifica os possuidores, a qualquer título, como locatários ou em comodato, por exemplo, a providenciar no prazo de 15 dias após a publicação (vence nesta sexta-feira dia 15 de janeiro), a limpeza de seus terrenos, fazendo a retirada de qualquer detrito, devendo também mantê-lo livre do mato alto.

No caso de não ser providenciada a limpeza do terreno, a Prefeitura de Guaíra, por meio do Departamento de Serviços Urbanos providenciará a Limpeza dos mesmos, realizado em seguida o lançamento da cobrança pelo serviço realizado junto ao Departamento de Tributação.

 

Os cidadãos que tiverem dúvida quanto a identificação dos agentes que estão trabalhando no enfrentamento ao mosquito podem acionar a Secretaria de Saúde pelo telefone 3332-5151 ou pela Ouvidoria Cidadã 0800-941-1000.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos