Seg - 16/07
29º 16º 02:03
Guaíra - SP

Durante sessão, vereador destaca problemas com ambulâncias do município

Geral
Guaíra, 16 de Março de 2017 - 08h24

Veículos apresentam problemas que atrapalham o transporte de pacientes. Governo informou que esta nova gestão se deparou com toda a frota sucateada, mas que tem trabalhado para equalizar os recursos e adquirir novas viaturas

A nova administração encontrou, durante transição do governo, ambulâncias completamente danificadas

A nova administração encontrou, durante transição do governo, ambulâncias completamente danificadas

Os problemas com as ambulâncias que transportam pacientes a hospitais da região continuam atrapalhando estas viagens. De acordo com o vereador Moacir João Gregório, durante pronunciamento na última sessão ordinária da Câmara, os veículos estão completamente sucateados.

“Conversei com o pessoal que faz hemodiálise e os acompanhei. É uma vergonha ver o estado em que se encontra a ambulância que está levando esse pessoal. O veículo está com o assoalho completamente danificado, com problemas na porta, entre outros”, denunciou.

Moacir explicou que o trabalho do parlamentar é cobrar o que for melhor para a população. “Queria pedir ao prefeito para que a saúde pública seja olhada com carinho. Estes pacientes já passam por um procedimento muito complicado. É necessário atenção com essas pessoas. Gostaria de fazer um pedido e não uma crítica”, complementou.

Ao questionar o governo municipal, foi informado que esta nova administração se deparou com toda a frota de veículos sucateada, assim que assumiu este mandato. “Mas, foram feitas reformas para que todas as ambulâncias tenham condições de estar circulando e a população seja atendida. A Administração Pública tem trabalhado para equalizar os recursos e consequentemente adquirir novas viaturas.”

FALTA DE MEDICAMENTOS

Munícipes também procuraram a redação do jornal O Guaíra para destacar outro problema no setor de saúde: a falta de alguns medicamentos.

Em contato com a prefeitura, foi confirmado que licitações foram publicadas no último dia 21 de fevereiro e as compras foram efetivadas. “Uma parte já foi entregue e destinada às USF – Unidade da Saúde da Família.  Os demais medicamentos que estão faltando estão dependendo da entrega dos laboratórios”, esclareceu o Executivo.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos