Qua - 26/09
35º 23º 10:05
Guaíra - SP

“O inferno está cheio de boas intenções”

Editorial
Guaíra, 6 de julho de 2018 - 07h30

 

 

 

 

 

Na edição do dia último dia 5 de julho, veiculou-se uma matéria em que dava-se conta que o Ministério Público expedia o bloqueio de bens de três pessoas que fizeram  parte da Festa do Peão do ano de 2016.

Este bloqueio não é uma antecipação da sentença, mas – convenhamos – é um problema que causa preocupação para os envolvidos.

Assim, volta-se a bater na tecla de que a Festa do Peão de nossa cidade tomou uma proporção que não tem mais volta. Ela começou simples, humilde, mas foi se firmando como um evento de alta qualidade, com requintes de conforto e grades de shows irreparáveis. Isto significa que é uma festa cara!

Assim, sendo, mais uma vez, reiteramos a ideia de que o emprego de dinheiro público NÃO deve fazer parte dos anseios da festa. Nem dinheiro público, muito menos homens públicos devem fazer parte da comissão organizadora, que, pelo sim pelo não, supostamente possam a vir a tirar proveito da popularidade do evento no afã de que isso se reverta em votos em futuras eleições.

Não se pode misturar as estações. Homens públicos já têm afazeres demais para se dedicarem a organizar uma festa. Aí só aparecem na hora da foto! Assim, a presença de homens públicos, nessas diretorias, dão margem para – mesmo que não haja – suscitar possíveis irregularidades, o mesmo acontecendo com subsídios que possam se originar dos cofres públicos.

Muitas vezes, nossos cidadãos emprestam seu nome em alguma diretoria apenas com o intuito de ajudar! Até nestes momentos, é preciso saber que o inferno está cheio de boas intenções.


TAGS:

LEIA TAMBÉM
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos