Entregas de adubos cresceram 5,3% em setembro no país

A expectativa é de recuo gradual nas entregas de adubos no país até meados do primeiro semestre de 2018

As entregas de adubos totalizaram 4,23 milhões de toneladas em setembro deste ano no país, segundo a Associação Nacional para Difusão de Adubos (Anda). O volume foi 5,3% maior na comparação com o mesmo período de 2016.

No acumulado do ano (janeiro a setembro) foram entregues 24,79 milhões de toneladas no Brasil, 1,3% a mais frente a igual período do ano passado. A Scot Consultoria estima um volume entregue entre 33,00 e 33,50 milhões de toneladas de fertilizantes no Brasil no acumulado de 2017, frente ao recorde em 2016, de 34,08 milhões de toneladas entregues.

A expectativa é de recuo gradual nas entregas de adubos no país até meados do primeiro semestre de 2018. O volume entregue neste último trimestre deverá ser menor comparativamente com o mesmo período do ano passado.

As altas de preços dos adubos e as incertezas com relação ao clima são fatores que deverão pesar na demanda pelo insumo em curto e médio prazos. Com relação aos preços, segundo levantamento da Scot Consultoria, em outubro os preços dos adubos nitrogenados subiram, em média, 1,7% frente a setembro último.

Para os fertilizantes potássicos e fosfatados as altas foram de 0,2% e de 0,1%, respectivamente, no mesmo período. Em curto prazo, a expectativa é de preços firmes para os adubos, acompanhando o cenário no mercado internacional. Para o final do ano, porém, em função dos estoques das empresas e a menor movimentação, é possível que o mercado volte a recuar em termos de preços. (Portal Agronegócio)

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *