Sex - 20/07
29º 16º 13:00
Guaíra - SP

Governo reforça apoio da população para a coleta seletiva

Munícipes podem colocar o lixo reciclável nas lixeiras de acordo com o dia da coleta em seu bairro (confira tabela)

Cidade
Guaíra, 21 de Fevereiro de 2018 - 12h02

O Governo municipal está realizando uma campanha de conscientização para que a comunidade guairense colabore na hora de colocar o lixo reciclável nas ruas. Nesta semana, a atual gestão enfatizou os dias em que os caminhões passam em cada bairro, demonstrando o que o guairenses pode ou não colocar na lixeira.

O simples ato de separar o lixo em casa, para a coleta seletiva, desencadeia um efeito cascata benéfico em diversas nuances da boa convivência em comunidade: bem estar ambiental, economia ao setor público e aos próprios cidadãos. Em se tratando de Guaíra, onde a coleta é executada por uma cooperativa de recicladores, o maior dividendo é a inserção social.

“Nem é preciso dizer que reaproveitar materiais recicláveis: metais, plástico, vidro e papel é imperioso na preservação do meio ambiente, porque economiza recursos naturais e, mais ainda, evita que estes materiais contaminem ecossistemas onde demorariam séculos para degradar”, afirma o departamento de Serviços Urbanos.

Já no viés econômico, a seleção e reaproveitamento de matérias-primas poupa o precioso espaço do aterro sanitário, que custa extremamente caro e em Guaíra durará pouco tempo. “Plástico, metal e vidro, diferente da matéria orgânica do lixo doméstico, tem uma decomposição lentíssima, fazendo volume na vala. O orgânico degrada, sendo que a maior parte se transforma em chorume, podendo ser tratado e reintroduzido na natureza sem risco de contaminação”, destaca.

No município, a coleta, separação e comercialização dos recicláveis são feitos pela Coopergua – Cooperativa de Trabalho de Recicladores de Guaíra – com apoio logístico da Prefeitura. “Aí entra a inserção social. Os recicladores trabalham com equipamentos adequados, ganhos e todas condições de trabalho dignas”, aponta o governo.

A parte que compete à população nessa empreitada é separar os detritos orgânicos (também conhecidos como úmidos) dos recicláveis (plástico, papel, metal e vidro) e colocá-los no dia correto da coleta seletiva, alternados com a coleta de lixo doméstico realizado pela Seleta. Confira a tabela:


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos