Ter - 18/09
27º 18º 22:22
Guaíra - SP

Igreja Adventista do 7º Dia faz campanha de conscientização ao suicídio

O intuito é conscientizar as pessoas a olharem com mais empatia para aquelas que sofrem e clamam por ajuda através de sinais e não palavras

Cidade
Guaíra, 16 de setembro de 2018 - 07h29

 

 

 

 

 

O setembro amarelo está movimentando as redes sociais, veículos de comunicação e unindo todos pela causa. Em Guaíra a Igreja Adventista do Sétimo dia estampou na capa da edição deste mês “Quebrando o Silêncio”, uma entrevista com sobreviventes dessa doença que chega a levar a óbito aproximadamente 800 mil pessoas no mundo por ano, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS).

A prevenção ao suicídio, ou setembro amarelo como é conhecida é uma campanha, criada em 2015, pelo  CVV (Centro de Valorização da Vida); CFM (Conselho Nacional de Medicina) e ABP(Associação Brasileira de Psiquiatria), com o intuito de conscientizar as pessoas a olharem com mais empatia para aquelas que sofrem  e clamam por ajuda.

Com este objetivo, a igreja adventista  trabalha sobre o tema através de  materiais físicos e  online no site www.quebrandoosilencio.org. Além disso, utiliza  panfletos que trazem tópicos , informações importantes sobre o assunto e alerta para que todos fiquem atentos, pois isso pode estar mais próximo do que se imagina.

Também explicam como identificar e ajudar alguém propenso a cometer  tal ato, uma vez que ele se fecha, não pede socorro em suas palavras, porém dá muitos sinais, alguns deles são: depressão; esquizofrenia; transtorno bipolar e personalidade; perda de motivação na vida e do prazer em atividades de que costumava gostar; tristeza e desânimo, entre tantos outros.

Você pode ser um canal de cura para essa pessoa, porque ao ouvir, dar crédito, mostrar como ela é importante para aqueles que a amam, animando e incentivando a procurar ajuda de profissionais, por exemplo, psicólogo e psiquiatra, irão se sentir acolhidos e dispostos a lutar.

Ainda para aqueles que não querem se identificar, mas sentem vontade de conversar com alguém, entretanto por vergonha, timidez ou simplesmente por não se sentirem a vontade de expor em seu meio de amigos e familiares, o Centro de Valorização da Vida (CVV) atende 24 horas por dia dando apoio emocional e ouvindo sigilosamente , basta discar 188 ou acessar www.cvv.org.br  para mais informações.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos