Legislativo inicia em outubro comissão de estudos sobre a limpeza pública

Vereadores e população cobram do governo melhorias no setor de varrição e coleta de lixo doméstico

O Legislativo municipal abriu pregão presencial e escolherá, ainda neste mês, a empresa responsável pela Comissão de Estudos (CEE) da limpeza pública de Guaíra. Os vereadores objetivam melhorias no setor, após meses de intensas reclamações da comunidade referentes à firma responsável, a Seleta Ambiental.

A CEE foi proposta pelos edis Ana Beatriz Coscrato Junqueira, José Mendonça e Moacir João Gregório. “O documento foi sugerido por eles e aprovado pelo plenário da Casa de Leis. O procedimento agora é contratar a firma para fazer um estudo sobre o trabalho da Seleta em Guaíra”, declara o presidente da Câmara, Jorge Domingos Talarico.

Para ele, essa investigação trará resultados positivos para a cidade. “Acredito que esse estudo irá contribuir com o município. Ele ocorre na forma de se obter um ‘Raio X’ de como está sendo feito o serviço de coleta de lixo nos bairros. A empresa vai ter o mapa de varrição e com certeza deverá apontar uma situação deficitária de alguma região. Esta é uma forma construtiva de ajudar”, aponta.

Domingos demonstra que, apesar dos serviços dos funcionários da limpeza, ainda há melhorias necessárias. “Temos certeza que embora tudo que faça o trabalho da Seleta, nós da Câmara entendemos que precisa-se melhorar alguns pontos. Vamos aguardar o resultado dessa CEE. Isso será importante porque mostrará como está o serviço.”

De acordo com o presidente, a comissão ainda fará uma pesquisa interna para saber a opinião da população guairense. “Saberemos se a comunidade aprova essa coleta, a varrição, como está a qualidade e se os munícipes estão satisfeitos. O estudo, que será realizado pela empresa que vencer o pregão – ocorrerá agora no dia 24 de outubro –, vai ser muito bem feito e estaremos acompanhando-o de perto. Deixamos claro, mais uma vez, que é sempre uma questão de que, quando monta-se uma CEE, a gente possa fazer uma avaliação de como realmente está sendo feita a prestação de serviço.”

Depois do resultado pronto, o documento será encaminhado ao prefeito José Eduardo Coscrato Lelis. “Assim, ele poderá tomar as providências necessárias, se houver, onde houver e como fazer, para que possa aperfeiçoar a situação pontual da varrição na limpeza pública de Guaíra”, afirma Jorge.

“Queremos proporcionar uma melhoria na varrição, pois entendemos que não está 100%, precisa-se reparar alguns pontos e, com a comissão, vamos levantar e fazer um diagnóstico”, completa.

O chefe do departamento, Valter Júnior, aprova a Comissão de Estudos da Câmara. “Acho importante que os vereadores nos ajudem a fiscalizar. Estamos dispostos para oferecer todas as informações que os edis acharem necessárias.”

INSPEÇÃO

Segundo a prefeitura, o departamento de Serviços Urbanos tem acompanhado e fiscalizado o trabalho realizado pela empresa Seleta Ambiental. “Quando surge algum problema, o setor aciona a empresa e cobra uma solução”, avisa o Executivo.

“A Coleta de lixo doméstico chega a todos. Quanto à varrição de ruas, somente os bairros que não têm residências habitadas não recebem o serviço regular de varrição”, complementa o governo.

 

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *