Notinhas – 06 de Agosto

Santos do dia: Felicissimo, Agapito, Magno, transfiguração do Senhor

Anjo do dia: Ayel

Comemora-se: Dia do cônsul, dia das vocações sacerdotais

Lua: Crescente

 

Para começar

A felicidade é feita de momentos… De pessoas… De lugares… E para cada um de nós a felicidade tem aromas e sabores.

 

Abração

Um grande abraço para este casal de amigos – a Gabriela e o Geraldinho Dias – que tem um apreço por nosso jornal. A recíproca é verdadeira: todos nós também devotamos grande carinho por esta família. Abração.

 

Desejos

Dai-nos Fé para seguir adiante. Dai-nos grandeza de espírito para Perdoar. Dai-nos Paciência para compreender. E, principalmente, serenidade para aceitar as coisas que não podemos mudar.

 

Inocência

Juquinha estava chorando muito, quando seu avô, não aguentado mais aquele chororô, perguntou:

— Por que você está chorando, Juquinha?

— Eu perdi uma moeda de 1 real que ganhei do meu pai.

— Toma lá 1 real. Pronto, nada de choro. Resolvido.

Pouco depois o Juquinha voltou a chorar.

— Que é isso, Juquinha? Será que perdeu o real que te dei? -pergunta o avô.

— Não vovô. Tá aqui!

— Então, por que está chorando de novo?

— É que se eu não tivesse perdido o que o papai me deu, eu teria 2 reais agora.

 

Outra

O menino chega em casa no final do ano e diz:

— Pai, tenho uma notícia pra você! Você não me prometeu uma bicicleta se eu passasse de ano????

— Sim, meu filho.

— Então se deu bem. Economizou um dinheirão!

 

Bem assim

Se você despertou preocupado, perdido, ansioso, com aquela sensação de não saber para onde ir, respire fundo e sorria… Respire fundo, e sorria… Respire fundo, e sorria… Viver é a sua única direção, e sorrir é o remédio que você precisa para hoje.

 

Historinha

Um criador de gado resolveu desistir do negócio e enviou seu rebanho a um santuário de animais para protegê-los do abate. Jay Wilde, de 59 anos, tem uma fazenda no Reino Unido e enviou 63 vacas para um centro de proteção de animais por não aguentar mais manda-las para o abatedouro. Wilde é vegetariano há 25 anos, cresceu cuidando de vacas e tomou conta do negócio da família quando seu pai morreu, em 2011. “As vacas têm uma boa memória e uma variedade de emoções. Elas criam relacionamentos. Eu até as vi chorar”, diz ele. Agora, ele cuidará do cultivo de legumes e verduras veganos e orgânicos e tentará fazer fungicidas e fertilizantes sem matéria animal.

 

De novo!

São Paulo Futebol Clube voltou para a zona de rebaixamento. Ô coitado!!!

 

Para terminar

Algumas coisas não precisam fazer sentido, basta valer a pena. Bom domingo a todos

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *