Qua - 17/10
32º 22º 17:25
Guaíra - SP

O comportamento em sociedade

Opinião
Guaíra, 18 de setembro de 2018 - 10h09

Por Girrad Mahmoud Sammour

 

O islam ensina um código de vida para aplicarmos todos os dias e não apenas questões relacionadas a religiosidade propriamente dita.

Assim é dito no alcorão: Os fieis são irmãos na fé. Então faça a paz e a reconciliação entre seus irmãos. E tema a Deus para que você possa receber a Sua misericórdia. Ó crentes! Não deixe alguns homens entre vocês rirem dos outros. Pode ser que os últimos sejam melhores que os primeiros. Não deixe algumas mulheres rirem das outras. Pode ser que as últimas sejam melhores que as primeiras. E não critiquem uns aos outros, nem os chamem de apelidos ofensivos. É ruim cometer pecado depois de professar crença. E aqueles que não se arrependem são malfeitores. Ó crentes! Evite suspeitas, tanto quanto possível. Pois em alguns casos a suspeita é um pecado. E não vos espreiteis e nem vos caluniais mutuamente. Algum de vocês gostaria de comer a carne do seu irmão morto? Você iria detestar isso. E tenha medo de Deus. Deus aceita o arrependimento e é Misericordioso. Ó humanidade! Nós criamos você a partir de um único par masculino e feminino. E nós os transformamos em nações e tribos para que vocês se conhecerem. O mais honrado de vós  aos olhos de Deus é aquele que é o mais piedoso de você. E Deus  tem pleno conhecimento e está bem familiarizado com todas as coisas.(Acorão 49: 10-13)

Evitar qualquer dano a outros seres humanos é a principal preocupação deste código de conduta para a vida social. A passagem se abre em uma nota de fraternidade e unidade humana. Igualmente significativo é o ponto em que a passagem conclui com a mesma mensagem de unidade da humanidade.

Ao descartar todas as noções de parentesco baseadas em etnia, língua, cor ou casta, o Alcorão afirma o vínculo da fé como a força unificadora, em um conjunto de povos e línguas, ensinando-os a adorar o Único e Verdadeiro Deus, dá um vínculo de união mais forte do que qualquer laço de sangue ou nação.

A história atesta o fato de que os muçulmanos, como comunidade, demonstraram numerosos exemplos de solidariedade, atravessando barreiras de raça, cor ou idioma. Ao fazê-lo, os muçulmanos agem no seguinte ensinamento do Profeta Muhamad SWS: “Nenhum de vocês tem fé até que ele deseje para seu irmão o que ele deseja para si mesmo”.

Consequentemente, exorta os muçulmanos a fazerem a paz entre indivíduos ou grupos hostis. De nota especial neste contexto é o uso do Alcorão das expressões “irmãos na fé” e “medo de Deus” , sabendo que tudo Ele Sabe e tudo Ele Vê. Qualquer injustiça cometida por qualquer uma das partes não pode escapar à sua atenção.

Esta declaração da unidade e igualdade da humanidade está interligada com a citada proibição de zombar, repreender e apelidar outros e de suspeitar, difamar e caluniar. Pois uma pessoa se entrega ao que está acima do próprio falso orgulho e senso de superioridade, respeitando o próximo independente se concorda ou não com o outro ponto de vista adotado.

O Alcorão, portanto, enfatiza a verdade de que todos os homens e mulheres são iguais. Só a piedade faz um superior aos outros. Perante isto, deve-se evitar mais ferir e prejudicar os outros. A mesma nota de justiça social e igualdade e fraternidade humanas estão em primeiro plano no sermão do Profeta  Muhamad SWS em sua peregrinação de despedida quando ele se dirigiu a uma enorme congregação de muçulmanos em ‘Arafat:’ Nenhum árabe é superior a um não árabe e o não árabe tem alguma superioridade sobre um árabe. Nenhum negro tem qualquer superioridade sobre uma pessoa branca e nenhum branco sobre um negro. Só a piedade confere superioridade a um. Todos os homens são de Adão e Adão foi feito de barro ”.

Na passagem do Alcorão acima, a ênfase está na construção de relações sociais cordiais e felizes entre homens e mulheres, independentemente de suas afiliações. As diretrizes visam forjar e sustentar uma vida comunitária mutuamente útil e confiável, garantindo a coexistência pacífica entre todos os membros da sociedade.

A justiça social é a mensagem distinta da passagem. Ela procura infundir tais virtudes que garantem uma vida feliz e pacífica para todos. Ressoa com um forte apelo por uma sociedade livre de tensões sociais, emocionais e psicológicas. A lição de tolerância, perdão e relações sociais cordiais é de fundamental importância.

Se essas diretrizes forem seguidas com sinceridade, poderemos construir uma sociedade feliz e pacífica, livre da desordem pública e das tendências resultantes de violência e vingança, onde tal ensinamento é o verdadeiro islam que muitos desconhecem.


TAGS:

Girrad Mahmoud Sammour

Girrad Mahmoud Sammour, Advogado, Pós Graduado em Processo Civil, Professor Divulgador Do Instituto Latino Americano De Estudos Islamicos-Ilaei, Diretor Da Mesquita De Barretos-Sp. Dúvidas e palestras  girrad@hotmail.com

Ver mais publicações >

OUTRAS PUBLICAÇÕES
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos