Sex - 17/08
28º 16º 08:32
Guaíra - SP

Pela primeira vez, Paixão de Cristo será realizada por empresa de fora

A peça será apresentada ao ar livre, no gramado do estádio municipal José Zuquim Nogueira, no próximo dia 30 de março

Cidade
Guaíra, 15 de Março de 2018 - 09h54

Depois de 16 anos ininterruptos à frente da Encenação “A Paixão de Cristo”, Daniel Penasforte não será o responsável pela realização da 21ª edição do evento.

Como a escolha da empresa foi feita através de licitação, e não como concurso de projetos culturais – o que havia sido recomendado à prefeitura por sua consultoria –, os guairenses não entraram no edital por falta de documentação, o que acabou dando espaço para uma firma de outra cidade, WJ Siviero ME vencer o certame e ficar responsável pela principal peça teatral do município, pelo valor de R$ 43.600,00.

“Como as Associações Culturais não puderam participar deste tipo de licitação, entramos com uma microempresa, porém, infelizmente, não sabíamos que os documentos eram diferentes de Associação e acabamos deixando passar um documento necessário para participar”, explicou Daniel Penasforte.

“No ano passado, a prefeitura contratou uma consultora para essa área de licitações e ela recomendou que, para esse tipo de evento, tem que ser concurso de projeto, igual o Ministério da Cultura faz, para que participem as OCIPs (Organização da Sociedade Civil de Interesse público) e haja qualidade”, acrescentou.

Tradicional em Guaíra, a Paixão de Cristo sempre contou com as atuações dos guairenses, desde o seu início, em 1998. Desde então, os munícipes têm aprimorado e encantado o público, com suas performances e dedicação com figurino e direção.

Agora, sob responsabilidade de outra empresa, ainda não se sabe se haverá participação da comunidade guairense na apresentação que antecede a Páscoa e relembra os últimos dias antes da ressurreição de Jesus.

O Jornal O Guaíra tentou entrar em contato com o diretor do departamento de Cultura, Sidnei Ferreira, para questionar sobre essa mudança de organização da peça, quanto será gasto e se ele acredita que a população sentirá falta de algo depois de tantos anos com a mesma direção do evento.

Como retorno, ele declarou: “Tem um setor de comunicação só pra responder vocês, entra em contato com a Marcia que ela te passa minha posição. A maior parte das suas perguntas está no portal da transparência. E só pra adiantar, a Paixão de Cristo ficou 1000 reais mais barata que o ano passado*”.

Em nota, a comunicação da prefeitura enviou: “Concorreram cinco empresas na licitação da encenação da Paixão de Cristo. Três empresas foram desclassificadas por falta de documentação, dentre elas a empresa que representa a família Penasforte, a documentação estava prevista no edital publicado previamente, em tempo legal ao processo para conhecimento de todos. Na abertura dos documentos eram similares documentos referentes aos eventos anteriores inclusive na mesma modalidade de licitação. A administração pública sempre buscou valorizar os artistas guairenses, porém prezando a transparência, legalidade, princípios necessários a boa gestão pública respeitamos o processo licitatório e esperamos que o evento desse ano tenha o mesmo brilho e emoção dos anos anteriores.”

A Paixão de Cristo

O espetáculo “A Paixão de Cristo” será apresentado ao ar livre, no gramado do estádio municipal José Zuquim Nogueira, no próximo dia 30 de março. O evento, um dos maiores da região, será encenado na Sexta-Feira Santa. O Espetáculo contará com dezenas de atores e a entrada é gratuita.

* Resposta do diretor de cultura sofreu apenas algumas alterações gramaticais, com pontuações em algumas palavras.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos