Sáb - 23/06
29º 16º 16:41
Guaíra - SP

Polícia Militar prende homem na rodoviária por estupro de vulnerável

A avó das meninas procurou os policiais depois que B.D.D (54 anos) abraçou suas netas, passou as mãos em suas partes íntimas e tentou beijá-las

Cidade
Guaíra, 15 de dezembro de 2017 - 14h22

B.D.D foi preso em flagrante fugindo para o terminal rodoviário

Na noite desta quarta-feira (13), por volta das 21h, a Polícia Militar prendeu um homem em flagrante, na rodoviária do município, após receber denúncia de que o mesmo havia abusado de duas crianças, de 6 e 7 anos.

A avó das meninas procurou os policiais depois que uma de suas netas contou que B.D.D (54 anos) abraçou ambas, passou as mãos em suas partes íntimas e tentou beijá-las.

A testemunha indicou o endereço e os militares se deslocaram rapidamente, encontrando o indivíduo no terminal rodoviário. O homem foi abordado e recebeu voz de prisão em flagrante por Estupro de Vulnerável (quando há contato físico entre o agente e a vítima).

No plantão da Polícia Civil, as vítimas informaram que o autor é conhecido da família e estava dentro da residência. “Sempre orientamos a família a ficar muito atenta com as crianças, principalmente em questão de mudança de comportamento. Os pais ou responsáveis devem orientar seus filhos que, em partes do corpo, ninguém deve mexer ou tocar, para que as crianças saibam que isso é errado e que elas procurem sempre alguém de confiança quando acontecer algo do tipo, o que foi que aconteceu nessa ocorrência”, afirma o tenente Ubiali, da PM.

“As meninas foram tocadas pelo homem, uma delas ficou indignada e foi contar para a avó que ele tinha passado a mão na ‘florzinha’ dela. Como ele estava dentro da casa delas, quando viu que iria dar problema, saiu correndo, mas a viatura já estava indo para a região e conseguiu abordá-lo, o que classificou como ato contínuo, resultando o flagrante”, explica.

A ocorrência foi apresentada à autoridade civil, que ratificou a voz de prisão, autuando B.D.D por estupro vulnerável, sendo recolhido ao xadrez e ficando à disposição da justiça.

“Ressaltamos a importância dos pais sempre conversarem com seus filhos. Poia nesse caso foi com uma pessoa conhecida da família. Orientem suas crianças com relação a este tipo de prática e sempre procurem a PM através do 190”, finaliza Ubiali.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos