Qui - 19/07
28º 17º 14:15
Guaíra - SP

População reclama da falta de medicamentos na rede municipal de saúde

Geral
Guaíra, 20 de junho de 2017 - 07h59

Remédios utilizados frequentemente, como Trayenta, Ciprofloxacino, Norfloxacino e Venaflon, não estão sendo entregues pelo governo, segundo relatos de pacientes. Entretanto, prefeitura afirma que a distribuição foi normalizada

Nas últimas semanas, diversos guairenses têm denunciado a falta de medicamentos de alto custo fornecidos pelo governo através da rede municipal de saúde. Remédios, antes distribuídos pela prefeitura, agora não estão chegando às mãos dos pacientes, desde antibióticos (Ciprofloxacino e Norfloxacino), entre outros, como Venaflon, Xarelto, Ritalina, Sustrate, Selozok, Cilostazol, Trayenta, Ombrize, Doxazosina, Finasterida e Symbycort.

As reclamações chegaram à Câmara e o vereador José Reginaldo Moretti chegou a comentar sobre o problema durante o seu pronunciamento na última sessão ordinária, realizada na noite de 13 de junho.

“Estava no Campos Elíseos e uma senhora me abordou fazendo um apelo, porque o secretário disse que quando centralizasse a farmácia não ia faltar medicamento, mas ela já gastou, em 40 dias, mais de mil reais, pois o filho dela toma remédios caros. Ela sempre pegou na farmácia e agora não tem e está tirando de dentro de casa pra pagar esse remédio. Ela me pediu encarecidamente para que tomasse providência para que não faltasse medicamento”, disse.

Moretti fez um apelo ao governo. “Peço ao secretário de saúde e ao prefeito para verem o que está acontecendo, se é pregão que não está acontecendo. O mais importante agora é ter medicamento, não vamos deixar faltar pra nossa população. Peço a vocês que tomem providências sobre isso.”

O Jornal O Guaíra fez uma lista de todos os remédios solicitados pela comunidade guairense que não estão sendo entregues e questionou a prefeitura dessa carência. “Ritalina, Ombrize, Selozok e Sustrate ocorreu a licitação, mas fracassou devido à falta de participação de empresas. O Departamento de Compras convidou novamente as firmas e está aguardando resposta de participação para que seja realizado o Pregão. Já os medicamentos como: Xarelto e Finasterida a empresa não entregou e foi notificada de acordo com os trâmites legais”, afirma a secretaria de saúde.

De acordo com a pasta, há tópicos que são enviados pelo Dose Certa – um programa de assistência farmacêutica do Estado de São Paulo – que estão atrasados. “[O governo] está atrasando o repasse.”

Entretanto, apesar de munícipes destacarem que não há na farmácia municipal, a prefeitura garantiu que Trayenta, Venaflon, Norfloxacino e Ciprofloxacino “estão com distribuição normal.”

O Executivo ainda ressaltou que enviará para a Câmara uma lei que regulamenta os medicamentos básicos para que não faltem no município.

CONSULTAS

Durante a sessão, o parlamentar Moretti elogiou os mutirões de consultas que a atual gestão realizou, como o de neurologia, mas lembrou que ainda há problemas de atrasos de atendimento no setor de ginecologia.

“Parabéns prefeito. É assim que se cuida da população. O que tem que parabenizar, vou dar os parabéns e o que tem que cobrar também vou cobrar. Agora faço outro pedido: teve denúncia de que falta consulta de ginecologista, está demorando três meses para as guairenses conseguirem atendimento. Prefeito, vamos fazer da mesma forma com o que foi feito com o neurologista. Vamos trazer outro profissional pra cidade. Isso é importante para a administração. Espero que eu tenha que dar os parabéns da próxima vez por trazerem este médico para Guaíra”, finalizou José Reginaldo.

O governo municipal elogiou a indicação do vereador. “A prefeitura não descarta a boa sugestão de José Reginaldo Moretti. A secretaria de saúde informou que aumentou em 50% o número de guias diárias para a consulta de ginecologia e as mesmas estão sendo marcadas todas para o mês de junho. Em relação à Coleta de Papanicolau foi colocada uma enfermeira para atender a coleta na Unidade Básica da Família (UBF) no bairro Tonico Garcia”, confirmou o Executivo.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos