Seg - 23/04
28º 18º 08:33
Guaíra - SP

Prefeito e vice realizam coletiva de imprensa e explicam situações da prefeitura

José Eduardo falou sobre os problemas que precisam ser resolvidos ainda neste ano e as obras que devem ser iniciadas em breve; Renato Moreira justificou algumas situações do transporte universitário

Cidade
Guaíra, 24 de Fevereiro de 2018 - 10h27

Na tarde da última quinta-feira (22), o prefeito, José Eduardo Coscrato Lelis e o secretário da educação e vice-prefeito, Renato Cesar Moreira, receberam a imprensa no gabinete da prefeitura para esclarecer diversos pontos levantados pelos vereadores na última sessão ordinária.

O Executivo optou por este encontro após haver diversos questionamentos, de assuntos diferentes, discutidos no Legislativo Guairense.

José Eduardo começou a reunião justificando algumas questões da Santa Casa de Misericórdia de Guaíra. Segundo ele, a prefeitura está realizando o repasse corretamente e, desde a contratualização, paga pelos serviços prestados pelos profissionais da medicina, o que não deixa de ser insuficiente para cobrir as despesas da entidade.

Porém, ele comentou que está em discussão com a provedoria na busca de soluções. Inclusive, sinalizou que o governo municipal quer comprar o prédio do Pronto Socorro Municipal – onde paga aluguel mensalmente – saldando o total parceladamente, algo em torno de R$ 100 mil ao mês, para o hospital, dono do imóvel. “Estamos só aguardando uma resposta da diretoria da Santa Casa”, acrescentou.

Ainda mantendo o assunto “saúde”, Lelis explicou os gastos com o setor público e as melhorias necessárias na gestão de funcionários, ressaltou os benefícios que acredita estar oferecendo através da Farmácia Centralizada e justificou os desvios de função dos agentes de saúde, alegando que, com o Concurso Público – que ocorrerá neste ano – esta situação será sanada.

Referente os cargos comissionados, ele e Renato destacaram os poucos que utilizam comparados a gestões anteriores e a economia que isso traz aos cofres públicos.

Mea Culpa

Ao serem indagados sobre o que acreditam que está errado em sua gestão e que realmente é uma falha deles, Renato e José Eduardo afirmaram que o único defeito dessa administração é que não está ocorrendo muito diálogo com a comunidade guairense.

Lelis confirmou que havia prometido em campanha que estaria em contato direto com os munícipes, caminhando pelos bairros e atendendo às reivindicações. Entretanto, o Paço Municipal lhe toma muito tempo e não sobram horários. Mas, tanto ele quanto Moreira disseram que vão se atentar mais a isso e buscar uma relação mais física com a população.

Ônibus universitários

O secretário da educação ainda justificou alguns pontos o transporte universitário e a polêmica da duplicidade de nomes dos alunos e de estudantes que desistiram de estudar, mas que continuavam recebendo o auxílio-transporte.

Renato exaltou a economia de R$ 400 mil ocorrida no ano passado com os ônibus, em comparação à gestão anterior do ex-prefeito Sérgio de Mello. Ele explicou que o método é novo e alguns percalços podem ocorrer, mas que estão sendo resolvidos.

Novidades para 2018

Neste ano, o prefeito já apresentou as intervenções que pretende fazer no município ainda em 2018. Durante a coletiva de imprensa, ele voltou a falar dos benefícios que serão colhidos agora, como a concretização da faculdade presencial no antigo prédio da incubadora de empresas, que se arrasta há duas gestões; a implantação da Área Azul, que não ocorreu, segundo ele, por falhas no projeto criado em 2016; a concretização da Escola Técnica Estadual (ETEC) e não mais somente uma sala descentralizada; as correções que a partir de agora deverão ser feitas em novos loteamentos, como sinalização e calçadas; e a ampliação do cemitério municipal, que não comporta mais e será expandido em um terreno localizado ao lado.

José Eduardo assegurou que as 100 câmeras de segurança serão instaladas em breve em diversos pontos do município, protegendo a população e os espaços públicos; que haverá mesmo a troca de mais de mil lâmpadas de LED em diferentes regiões da cidade; e que a inauguração do Ganha Tempo ocorrerá nas próximas semanas.

O aumento no número de empregos em Guaíra também foi enfatizado, com o Distrito Industrial II, que terá mais de 80 lotes; e as reformas em prédios públicos deverão se tornar realidade a partir deste ano, como as Unidades Básicas de Saúde, as praças São Sebastião e Vila Aparecida, entre outras, inclusive, com a inserção de calçadas nos terrenos da prefeitura.

Sobre a pavimentação, o prefeito contou que está buscando recursos com o governo do Estado, através do Desenvolve São Paulo e que, caso consiga, também destinará verba para melhorar o projeto de escoamento de águas pluviais na cidade.

A imprensa se mostrou otimista com as declarações do prefeito e vice, mas acrescentou que continuará fiscalizando para que as intervenções se tornem realidade.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos