Ter - 23/10
32º 20º 03:42
Guaíra - SP

Prefeito usa rede social para se manifestar sobre transporte universitário

José Eduardo Coscrato Lelis disse que serão realizadas mudanças na forma de concessão do benefício para evitar novos erros em pagamentos. Vereadora Dra Bia Junqueira declarou em sessão que se lei fosse cumprida, irregularidades não teriam sido praticadas

Cidade
Guaíra, 6 de Abril de 2018 - 10h28

Prefeito José Eduardo manifestou-se sobre indícios de irregularidades no transporte universitário

No início da noite da última terça-feira, 03, o prefeito José Eduardo Coscrato Lelis utilizou sua rede social para divulgar um vídeo explicativo sobre a concessão do auxílio-transporte aos estudantes universitários do município.

O vídeo foi gravado em seu gabinete, ao lado do Assessor Jurídico, o advogado Dr. Éder Conti. A declaração do Chefe do Executivo foi com base na abertura de um inquérito civil, por parte do Ministério Público, após denúncia apresentada pela vereadora Dra. Bia Junqueira sobre indícios de irregularidades no ano de 2017.

A parlamentar denunciou que existiu pagamento em duplicidade e para alunos que não frequentavam mais a faculdade. Além disto, ela constatou que referente ao mês de dezembro, onde existe uma menor quantidade de aulas devido ao fim de ano letivo, a atual administração pagou o valor integral para uma das empresas prestadoras de serviços.

José Eduardo disse em seu vídeo que tomou providências após a abertura do inquérito. “Diante dos acontecimentos, diante do inquérito do Ministério Público, é necessário que eu tome algumas providências, no sentido de melhorar e se adequar a este nosso decreto do auxílio transporte. Então quero dizer para você, aos alunos, aos estudantes, a suas famílias e à população de Guaíra, que, para manter esta visão, esta estrutura nossa, de responsabilidade, transparência e, principalmente, legalidade e moralidade na nossa administração, nós estamos fazendo algumas modificações”, afirmou, recebendo aval do seu assessor jurídico.

As modificações citadas pelo prefeito visam evitar que erros ocorram na concessão do auxílio. A partir do próximo mês, o aluno será obrigado a entregar um atestado de regularidade de presença em aulas da faculdade, para evitar que beneficiários que não estão cursando recebam o valor da prefeitura. Outra medida é que o estudante deve entregar o comprovante do uso do transporte universitário e o depósito do valor será somente na conta pessoal do universitário cadastrado.

O gestor ressaltou que a sua administração não deixará de seguir os seus conceitos. “A prefeitura não irá abrir mão de sua prerrogativa de legalidade e moralidade no processo… A partir de então, fizemos estas adequações nesta semana, e o decreto valerá já para o próximo mês. A partir do mês que vem, os alunos vão se adequar, se modelar a estas novas normas”, declarou.

 

VEREADORA SE MANIFESTOU

A vereadora Dra. Bia Junqueira respondeu declarações durante a sessão ordinária

Durante a sessão ordinária da última terça-feira, 03, a vereadora Dra. Ana Beatriz Coscrato Junqueira comentou no seu pronunciamento que assistiu ao vídeo postado pelo prefeito José Eduardo em sua rede social.

A parlamentar apontou que agora ao prefeito está se adequando à lei. “Que bom prefeito, que agora, depois da representação no Ministério Público, o senhor resolveu adequar à lei que já existia. O senhor nada mais fez do que cumprir a lei que já existia antes. O senhor está de parabéns, antes tarde do que nunca, pois vai servir para atualizar o que já deveria estar sendo colocado em prática”, comentou.

Mesmo que o prefeito tenha feito as adequações necessárias, que evitará que erros sejam repetidos neste exercício, o inquérito civil no Ministério Público prossegue para apurar as irregularidades apontadas pela Dra. Bia no ano de 2017.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos