Qua - 17/10
32º 22º 02:16
Guaíra - SP

Presidente da Câmara cobra implantação do projeto Farmácia Solidária

O vereador Caio César Augusto usou a Tribuna para cobrar do governo a execução de programa de sua autoria

Cidade
Guaíra, 28 de junho de 2018 - 10h11

Vereador e presidente da Câmara, Caio César Augusto durante uso da Tribuna Vicente Lacativa, cobrou execução de projeto Farmácia Solidária

 

 

 

 

 

 

 

 

O presidente da Câmara Municipal, Caio César Augusto, usou a Tribuna Vicente Lacativa na sessão ordinária realizada na última terça-feira, 26, para cobrar o Poder Executivo sobre a implantação do programa Farmácia Solidária.

O projeto, de autoria do vereador, foi aprovado em 2017 e consiste em arrecadar junto à população, à classe médica e laboratórios, medicamentos que não são mais utilizados, mas estão em validade, para serem destinados à comunidade.

“Este programa iria auxiliar diretamente a comunidade, uma vez que muitas pessoas possuem medicamentos guardados em suas residências e não os utiliza. O Farmácia Solidária seria um mecanismo de doação, seleção e encaminhamento destes medicamentos”, afirmou Caio.

Durante seu pronunciamento, o presidente explicou a importância da ação. “Ele foi aprovado e sancionado e até agora não deram andamento. Enviei um requerimento para a área de Saúde e recebi a informação que devido à quantidade de funcionários não daria para implantar e que assim que fosse realizado o concurso público seria. O concurso para farmacêutico foi realizado e espero que agora este projeto saia do papel”, disse.

O parlamentar destacou que é um projeto muito importante para o município e que irá gerar até economia aos cofres públicos. “A quantidade de remédios que nós temos em casa, muitas vezes a população não sabe para que serve. Este farmacêutico vai estar dentro da farmácia recebendo estes produtos, avaliando suas condições e repassando para os guairenses”, frisou.

A proposta é envolver a sociedade civil, reunir os clubes de serviços, Conselho Municipal de Saúde, classe médica e os órgãos governamentais em campanhas de arrecadação destes medicamentos que farão parte da Farmácia Solidária. “Desde já me coloco à disposição para colaborar e trabalhar nesta arrecadação”, finalizou.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos