Seg - 16/07
29º 16º 02:04
Guaíra - SP

Sindicato Rural apresenta resultados do 7º Encontro Técnico de Soja

Geral
Guaíra, 29 de Março de 2017 - 07h45

O evento, que ocorreu em fevereiro deste ano, contou com a presença de 470 participantes

 

O Sindicato Rural de Guaíra divulgou o resultado do desempenho agronômico de diversas cultivares apresentadas no 7º Encontro Técnico de Soja, em área de sequeiro (Fazenda Matinha) e em três áreas irrigadas (Fazendas Santa Helena, Macaúba e Cachoeirinha), safra 2016/17.

O evento, que ocorreu em fevereiro deste ano com o apoio de várias empresas e também do Sistema FAESP/SENAR, contou com a presença de 470 participantes e teve o objetivo de expor novas biotecnologias para a agricultura através dos estandes.

“De modo geral, várias cultivares testadas tiveram desempenho produtivo acima das médias nacional do Brasil, da região Sudeste e Estado de São Paulo, verificadas no período convencional safra passada. Agradecemos aos irmãos, Rafael e Fabio Graner Lelis e Terso Bento e Adnaer Barros Lelis por cederem a área para instalação dos ensaios”, afirmou a diretoria do sindicato.

A instituição ainda destacou a excelência do trabalho estatístico realizado pela pesquisadora Científica  da APTA – Colina-SP, Dra. Ivana Marino Bárbaro Torneli e pela mestranda em Genética e Melhoramentos de Plantas, a Engª Agr. Paloma Helena da Silva Libório e agradeceu o apoio da CATI – Unidade Guaíra, Prefeitura Municipal e das empresas participantes: Coopadap, Embrapa, Agroeste, Nidera, Bayer, Pioneer, Coopercitrus, Syngenta, Morgan, Verde Agro, Fertec, Sementes Inquima, Coodetec, Sementes Mauá, Yara Fertilizantes, Limagrain, Dow, Advanta/UPL e Grandespe Sementes.

“O desenvolvimento de novas cultivares de soja de ciclo precoce com suas recomendações de manejo são fatores importantes para o sucesso da sojicultura de nosso município e região e este é um trabalho que o Sindicato Rural de Guaíra procura realizar com muito esforço e dedicação”, destacou o engenheiro agrônomo da entidade, Renato Massaro Sobrinho.

“Procuramos mostrar também em dias de campo aos produtores rurais e técnicos cultivares de soja conduzidas sob as mesmas condições tecnológicas para que possam explorar o potencial genético de cada cultivar, resultando em lavouras mais produtivas e seguras”, completou.

Ao todo foram implantadas 441 parcelas para avaliação de 22 cultivares nas áreas irrigadas e 38 cultivares na área de sequeiro com a participação das 16 empresas.

“Na área sequeiro, as cultivares mostraram excelentes produtividades, com média geral de 3.069,98 kg. ha-1. As cultivares que se destacaram com maior desempenho foram: SYN 13561 IPRO, DS 5916 IPRO, AS 3680 IPRO, TMG 7063 IPRO, NS 6700 IPRO, AS 3730 IPRO, 5G 7315 IPRO, 96Y90 RR, SYN 13561 IPRO, CZ 36 B 31 IPRO e SYN 15640 IPRO.A co-inoculação via sulco de semeadura proporcionou um incremento de 17,93% na produtividade das cultivares testadas o que representa um acréscimo de 8,42 sacas/ha”, analisou Renato.

 

Confira os resultados:

 

CARACTERIZAÇÃOGERAL DOENSAIO FAZENDA MATINHA 7 º ENCONTRO TÉCNICO DE SOJA

Proprietário:  Francisco MassayociMuraishi

Localização:   Latitude:-   20 º 20’ 54,83 ‘’ S                  Longitude:- 48º 19’ 56,42 ‘’O

Altitude:-  511 m (fonte IBGE)

Classificação Solo:Latossolo Roxo Ácrico e Distrófico, com manchas de Latossolo –  Variação Una

Área parcela: 240 m² (8 linhas X 0,50 mt X 30 mts com inoculaçãoe 30 mts seminoculação)

Área útil colhida: 7,5 m² (3 linhas X 0,50 X 5 mts) com 3 repetições

Rotação de cultura:  milho

Sistema de cultivo:  plantio direto

Data de plantio: 27 – 10 – 2016                                Data da colheita: 19 – 02 -2017

Adubação:-  280 Kg / h a   03 – 21 – 21+micro        Cobertura:- 135 Kg / h a de KCl

 

PRECIPITAÇÃO MÉDIA NO PERÍODO

Decênio Out Nov Dez Jan Fev TOTAL
36 96 73 95 41  
30 92 30 89 2  
23 26 38 68 0  
Total 89 mm 214 mm 141 mm 252 mm 43 mm 739  mm

 

TRATOS CULTURAIS:

*Manejo da dessecação:Glifosato-2,5 lt + 2,4D-1,0 lt + Majesty-0,8 lt + Óleo-1,0 lt / ha

*Tratamento sementes:Cropstar-0,35 lt +Proteat-0,25lt + Yara Vita Raiz 0 ,1 lt /100 *Aplicação de pós emergência:GlytrelMnP- 1,0lt + Glifosato-2,0Lt + Poquer-0,65 lt/ha

*Controle de pragas e doenças:

1ª aplicação: Helmstar Plus-0,6 lt +Óleo Mineral – 1,0 lt/ha

2ª aplicação: Ativum -0,8 lt +Nimbus – 0,2 lt + Exalt- 0,17 lt/ha

3ª aplicação: Eforia-0,2 lt +Nimbus-0,2 lt + Exalt-0,17 lt/ha

 

Média dos tratamentos de co-inoculação e testemunha e média geral da produtividade de 38 cultivares de soja avaliadas em área de sequeiro da Fazenda Matinha, Guaíra-SP. Safra 2016/17.

 

Cultivares Produtividade kg.ha-1  
 
   

Co-inoculação

 

Testemunha

Média
         1-BRS 7380 RR 3431, 65 a 2408,46 b 2920,06 b
2- BRS 7380 RR 3041, 51 b 2455,59 b 2748, 55 b
3- 96Y90 RR 3557, 31 a 2993,81 a 3275,56 a
4- XB 60 RR 3230,61 b 2247, 94 c 2739,28 b
5- M 5947 IPRO 2311, 59 b 3746, 77 a 3029,18 b
6- SYN 13561 IPRO 3631,52 a 2861,44 b 3246,48 a
7-DS 5916 IPRO 3825,38 a 3362, 27 a 3593,83 a
8- 5D 6215 IPRO 3443, 44 a 2628,31 b 3035,87 b
9- NS 6700 IPRO 3531, 91 a 3323, 84 a 3531,91 a
10- NS 6700 IPRO 2580, 22 b 3252,88 a 2916,55 b
11- CZ 28 B 42 IPRO 3450,59 a 2724,85 b 3087,72 b
12- CZ 36 B31 IPRO 3973,09 a 2472,60 b 3222,84 a
13- TMG 7063 IPRO 3194,90 b 3211, 22 a 3203,06 a
14- TMG 1264 IPRO 3217,47 b 2797,52 b 3007,49 b
15- BMX GARRA IPRO 2985, 63 b 2813,58 b 2889,61 b
16 – BMX ÍCONE IPRO 2737, 81 b 2730,27 b 2734,04 b
17- TMG 7063 IPRO 2289, 01 a 3486,39 a 3437,88 a
18 – NS 6828 IPRO 3476,77 a 2581,38 b 3029,08 b
        19- BS 2606 IPRO 2720, 47 b 3312, 31 a 3016,39 b
20- TFC 6702 IPRO 3985,85 a 2220,81 c 3103,33 b
21- NS 6700 IPRO 3505,07 a 3290,14 a 3397,61 a
22- NS 6700 IPRO 2941, 59 b 2240,90 c 2591,25 b
23- CD 2720 IPRO 3309,84 a 2396,62 b 2853,23 b
24- CD 2728 IPRO 3075,98 b 2706,16 b 2891,07 b
25- AS 3680 IPRO 3826,97 a 3066,83 a 3446,89 a
26- AS 3730 IPRO 3743, 32 a 2961,59 a 3352,45 a
27- NS 7202 IPRO 3695,80 a 1418,73 d 2557,26 b
28- NS 7007 IPRO 3062,63 b 2207,06 c 2634,85 b
29- NS 6700 IPRO 4003,79 a 2508,64 b 3256,22 a
30- NS 6700 IPRO 3471, 14 a 2619,68 b 3045, 41 b
        31- ICS 1835 RR 3547,04 a 2206,86 c 2876,95 b
        32- ICS 248 RR 2878,39 2221,33 c 2549,86 b
33-LG 60163 IPRO 2837,98b 3313, 41 a 3075,70 b
        34- LG 60163 IPRO 3637,09 a 2596,96 b 3117,03 b
35- 5G 7315 IPRO 3676,53 a 2956,64 a 3316,58 a
36- DS 5916 IPRO 2683,07 b 3527,39 a 3105,23 b
37- SYN 15640 IPRO 3252,04 b 3114, 05 a 3183,04 a
38 – SYN13561 IPRO 3393,06 a 4075,51 a 3734,28 a
Média Geral 3322,58 2817,39 3069,98
F 3,46** 5,53** 3,27**

Médias seguidas de mesma letra minúscula e maiúscula respectivamente na coluna e linha, não diferem significativamente entre si, pelo teste de Scott-Knott, a 5% de probabilidade.

 

CARACTERIZAÇÃO GERAL DO ENSAIO – FAZENDA CACHOEIRINHA

Propriedade: Rafael Graner Lelis e Fábio Graner Lelis

Localização:   latitude:-   20 º 22’ 16,24 ‘’ S                  longitude:-48º 16’ 20,52 ‘’ O

Altitude:-   507 mts

Classificação Solo: Latossolo Roxo ácrico e distrófico, com manchas deLatossolo – Variação Una

Área parcela:  240 m² (8 linhas X 0,50 X 60 mts)

Área útil colhida: 7,5 m² (3 linhas X 0,50 X 5 mts)

Rotação de cultura: Milho

Sistema de cultivo:  plantio direto               Área irrigada:  pivô central

Data de Plantio: 20 – 10 – 2016                    Data da colheita: 15 – 02 – 2017

Adubação: –  100 kg/ha de 07 – 40 – 00

Cobertura: – 150 kg/ha de Cloreto de Potássio

 

Tabela 1 – Desempenho agronômico de 27 cultivares de soja avaliadas em área irrigada da

Fazenda Cachoeirinha, Guaíra-SP.  Safra 2016/17.

Cultivares

Testadas

Produtividade (PG)

kg.ha-1

% em relação a PG média Estande (EF)

plantas/m

96Y90 RR 4272,38 a 112,92 9,99 h
XB 60 RR 3951,35 ab 104,44 15,03 abc
DS 5916 IPRO 3752,67 ab 99,18 12,13 defg
TMG 7063 IPRO 3719,42 ab 98,31 14,58 abcd
CZ 36 B 31 IPRO 3796,76 ab 100,35 12,87 cdef
5D 6215 IPRO 3714,58 ab 98,18 14,22 abcd
TMG 1264 RR 3101,66 b 81,98 13,07 bcdef
GARRA IPRO 4016,91 ab 106,17 13,31 abcdef
LANÇA IPRO 4415,91 a 116,71 12,72 cdefg
NS 6828 IPRO 3937,98 ab 104,08 12,84 cdefg
TMG 7067 IPRO 3632,11 ab 96,00 10,91 fgh
TMG 7063 IPRO 3754,14 ab 99,22 14,51 abcd
AS 3590 IPRO 3756,36 ab 99,28 15,49 abc
AS 3680 IPRO 3898,70 ab 103,04 11,22 efgh
NS 7007 IPRO 3345,96 ab 88,43 13,28 bcdef
NS 7202 IPRO 3706,65 ab 97,97 12,85 cdef
CD 2728 IPRO 3942,72 ab 104,21 16,16 a
ICS 1835 IPRO 3634,19 ab 96,05 12,04 defg
ICS 248 IPRO 3600,23 ab 95,15 13,36 abcdef
LG 60163 IPRO 3571,92 ab 94,41 11,98 defg
BRS 7380 RR 3559,56 ab 94,08 11,92 defgh
DS 5916 IPRO 3369,01 ab 89,04 15,78 ab
5G 7315 IPRO 3695,18 ab 97,66 13,47 abcdef
FTR 2161 IPRO 3818,41 ab 100,92 12,95 bcdef
TEC 5936 IPRO 3710,48 ab 98,07 9,11 h
FTR 4160 IPRO 4068,83 ab 107,54 11,93 defgh
AS 3680 IPRO1 4411,77 a 116,60 13,80 abcde
Média geral 3783,55 100% 13,02
CV% 9,56 6,86
F 2,02* 10,45**
DMS 1152,91 2,85

 Médias seguidas pelas mesmas letras minúsculas na coluna não diferem estatisticamente pelo teste de Scott Tukey a 5% de probabilidade.** significativo a (P> 0,01)  ¹ = testemunha

 

 CARACTERIZAÇÃO GERAL DO ENSAIO – FAZENDA MACAÚBAS

Propriedade: Terso Bento Siqueira

Localização:   latitude:-   20 º 16’ 07,85 ‘’ S                  longitude:-48º 18’ 25,86 ‘’ O

Altitude:-   517 mts

Classificação Solo: Latossolo Roxo ácrico e distrófico, com manchas deLatossolo – Variação Una

Área parcela: 240 m² (8 linhas X 0,50 X 60 mts)

Área útil colhida: 7,5 m² (3 linhas X 0,50 X 5 mts)

Rotação de cultura: Tomate

Sistema de cultivo:  plantio direto            Área irrigada:  pivô central

Data de plantio: 17/10/2016                 Data da colheita: 12/02/2017

Adubação:- zero                                            Cobertura: 124 Kg/ha  Cloreto de Potássio

 

Tabela 2. Desempenho agronômico de 22 cultivares de soja avaliadas em área irrigada da

Fazenda Macaúbas, Guaíra-SP. Safra 2016/17.

Cultivares

Testadas

Produtividade (PG)

kg.ha-1

% em relação a PG média Estande (EF)

plantas/m

96Y90 RR 4128,46 abc 107,65 15,62 ab
XB 60 RR 4056,71 abc 105,78 16,71 a
DS 5916 IPRO 3820,62 abc 99,62 12,62 bcdefg
TMG 7063 IPRO 3660,73 abc 95,45 14,38 abcd
CZ 36 B 31 IPRO 3901,27 abc 101,72 11,73 cdefgh
5D 6215 I PRO 4222,17 ab 110,09 14,31 abcd
TMG 1264 RR 3647,73 abc 95,11 13,20 bcde
GARRA IPRO 3943,56 abc 102,83 13,87 abcde
 

LANCA IPRO

 

4362,29 ab

 

113,74

 

10,91 efgh

NS 6828 IPRO 3304,21 bc 86,15 10,93 efgh
TMG 7067 IPRO 4523,55 a 117,95 8,89 h
TMG 7063 IPRO 4101,00 abc 106,93 12,84 bcdef
AS 3610 IPRO 3408,37 abc 88,87 11,27 defgh
AS 3680 IPRO 3895,66 abc 101,58 9,49 gh
CD 2720 IPRO 4116,95 abc 107,35 14,73 abc
NS 7007 IPRO 3070,05 c 80,05 12,75 bcdef
CD 2728 IPRO 4222,20 ab 110,09 15,22 ab
ICS 248 IPRO 3393,26 abc 88,48 13,58 abcde
LG 60163 IPRO 4119,71 abc 107,42 9,67 fgh
       DS 5916 IPRO 3435,36 abc 89,57 14,49 abcd
5G 7315 IPRO 3405,45 abc 88,79 12,47 bcdefg
M 6410 IPRO 1 3635,21 abc 94,79 13,40 bcde
MÉDIA GERAL 3835,21 100% 12,87
CV % 9,54 8,08
F 3,34** 11,83**
DMS 1145,7080 3,2531

Médias seguidas pelas mesmas letras minúsculas na coluna não diferem estatisticamente pelo teste de Scott Tukey a 5 % de probabilidade. ** Significativo a (P> 0,01); 1 = TESTEMUNHA

 

 

 

CARACTERIZAÇÃO GERAL DO ENSAIO –  FAZENDA SANTA HELENA

Propriedade: Adnaer Barros Lelis

Localização:  latitude:-   20 º 12’ 19,47 ‘’ S                  longitude:-48º 14’ 01,37 ‘’ O

Altitude:- 492 mts

Classificação Solo: Latossolo Roxo ácrico e distrófico, com manchas deLatossolo – Variação Una

Área parcela: 240 m² (8 linhas X 0,50 X 60 mts)

Área útil colhida: 7,5 m² (3 linhas X 0,50 X 5 mts)

Rotação de cultura: Feijão

Sistema de cultivo: plantio direto                    Área irrigada: pivô central

Data de plantio: 11/10/2016                         Data da colheita: 06/01/2017

Adubação:- zero                                      Cobertura: 120 kg/ha cloreto potássio

 

Tabela 1. Desempenho agronômico de 22 cultivares de soja avaliadas em área irrigada da

 Fazenda Santa Helena, Guaíra-SP. Safra 2016/17.

 

Cultivares

Testadas

Produtividade (PG)

kg.ha-1

% em relação a PG média Estande (EF)

plantas/m

96Y90 RR 4423,47 abcde 109,30 17,73 a
XB 60 RR 3266,92 f 80,73 17,75 a
DS 5916 IPRO 4000,24 bcdef 98,85 15,98 abc
TMG 1264 RR 4063,99 bcdef 100,42 11,47 efgh
TMG 7063 IPRO 4570,37 abc 112,93 12,20 defgh
5D 5916 IPRO 4086,31 bcdef 100,97 11,44 efgh
TMG 7063 IPRO 3983,53 bcdef 98,43 11,00 fgh
TMG 7067 IPRO 4488,17 abcd 110,90 10,95 fgh
NS 6828 IPRO 3843,22 bcdef 94,97 12,49 cdefgh
CD 2728 IPRO 5058,45 a 124,99 14,80 abcde
LANCA IPRO 4036,48 bcdef 99,74 11,09 fgh
TURBO IPRO 4172,71 abcdef 103,11 10,04 h
AS 3610 IPRO 3620,99 def 89,47 10,36 h
AS 3680 IPRO 4518,00 abcd 111,64 10,44 h
NS 7202 IPRO 3882,72 bcdef 95,94 14,38 abcdef
ICS 248 IPRO 3709,82 cdef 91,67 14,04 bcdefg
ICS 1835 IPRO 3627,78 def 89,64 12,46 cdefgh
NS 7007 IPRO 3510,82 ef 86,75 16,67 ab
LG 60163 IPRO 4706,98 ab 116,31 10,56 gh
DS 5916 IPRO 3717,89 cdef 91,87 16,13 ab
5G 7315 IPRO 4049,86 bcdef 100,07 15,27 abcd
M 6210 IPRO 1 3694,07 cdef 91,28 15,42 abcd
MÉDIA GERAL 4046,94 100% 13,30
CV % 7,25 8,55
F 6,60** 15,28**
DMS 918,9342 3,5608

Médias seguidas pelas mesmas letras minúsculas na coluna não diferem estatisticamente pelo teste de Scott Tukey a 5 % de probabilidade. ** Significativo a (P> 0,01); 1 = TESTEMUNHA.

 



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos