Sex - 20/04
28º 18º 06:08
Guaíra - SP

Soja: Conab eleva mais uma vez sua previsão de produção

Agora a entidade prevê uma produção de 111,5 milhões de toneladas, puxado por aumento na região Centro-Oeste

Agro
Guaíra, 11 de Fevereiro de 2018 - 10h38

Daniel Popov, de São Paulo, em seu 6º levantamento da safra de soja 2017/2018, a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) elevou mais uma vez sua estimativa de produção do grão. Chegando agora em 111,5 milhões de toneladas, alta de 1% ante os 110,4 do relatório anterior.

Segundo a instituição, o Centro-Oeste é o principal responsável por esta elevação, puxado pela melhora no clima e bom avanço na colheita. “Em Mato Grosso do Sul, por exemplo, as chuvas atualmente estão regulares, suficientes e bem distribuídas para a soja. A cultura se encontra em diferentes estádios de crescimento e desenvolvimento, mas a grande maioria está em enchimento de grãos e maturação”, destacou a Conab.

Em Mato Grosso, apesar de a colheita estar em ritmo lento, atingindo pouco mais de 15% no fechamento de janeiro, ficando a maior parte dos trabalhos de campo para fevereiro, a avaliação da qualidade da soja colhida, até o momento, é positiva. “Apesar da baixa umidade e menor peso do grão, nas variedades de ciclo precoce, principalmente na região Médio Norte. Contudo, nada que comprometa a produtividade média estadual esperada, caso o clima continue favorável”, diz a entidade.

De todos os estados, Goiás é o que apresentou maior variação nas estimativas da Conab. Agora se espera que o estado colha algo em torno de 11,1 milhões de toneladas, contra os 10,7 do levantamento anterior. “Em Goiás, as áreas estão em diferentes estágios, desde a fase de enchimento de grãos até maturação, e parte já colhida. No sul do estado, nas primeiras áreas que foram cultivadas em outubro, menos de 4% já foram colhidas. A ceifa na região sul do estado deve se intensificar a partir da segunda quinzena de fevereiro. Na região leste do estado ainda não há registros de colheita de soja”, diz a Conab.

Fonte: Canal Rural


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Agro
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos