Seg - 23/07
28º 17º 12:48
Guaíra - SP

Vereador cobra providências da prefeitura sobre prédio da antiga Incubadora

Geral
Guaíra, 1 de julho de 2016 - 10h44

Dr. Cecílio informou que os dois últimos prefeitos devem devolver aos cofres os R$ 800 mil gastos com a reforma do prédio, que já está totalmente depredado e destruído

O vereador Cecílio José Prates lamentou o estado de abandono e depredação em que se encontra o prédio da antiga Incubadora, durante seu pronunciamento na última sessão ordinária da Câmara, realizada no dia 21 de junho.

“A minha intenção maior era trazer pra Guaíra e pôr para funcionar uma unidade educacional chamada faculdade presencial. Documentalmente eu consegui, o prédio está lá à disposição, mas, infelizmente, a política não deixou ela funcionar. Por erro e má vontade dos administradores, nós perdemos a liberação de cursos de uma faculdade”, disse o parlamentar.

Porém, Dr. Cecílio declarou que ainda não desistiu e que já está buscando novas parcerias para a concretização desse objetivo. “Vamos tentar de novo. Já estou novamente em contato com uma universidade, não posso citar nome ainda, mas não vai depender do poder público, se Deus quiser, para funcionar”, afirmou.

O vereador ainda destacou que os governantes, que se responsabilizaram pela obra do prédio da antiga Incubadora, devem arcar com os prejuízos. “Quero avisar, tanto ao prefeito passado quanto a esse, que estou só aguardando o término do inquérito em segunda instância em São Paulo, para entrar com indulto para ver quem é que vai devolver o dinheiro dos cofres públicos… O dinheiro gasto com a reforma do prédio da incubadora, que hoje está lá destruído, depredado, porta quebrada, e foi jogado R$ 800 mil reais fora”, expôs.

Cecílio também reclamou da maneira como os últimos administradores cuidaram do município. “Infelizmente é esse o jeito de gestor municipal que tivemos nos dois últimos mandatos de prefeitos”, concluiu.

PRÉDIO DEPREDADO

A atual administração não autorizou a entrega do prédio da Incubadora de Empresas à empresa Kheiron Educacional, que seria responsável pela instalação de uma faculdade presencial em Guaíra.

O local, após uma reforma milionária, está com as portas danificadas, vidros quebrados e fiações das salas arrancadas. Nos banheiros, o cenário é ainda mais desolador, com pias e vasos estilhaçados e até chuveiros arrancados e jogados ao chão. A parte elétrica está totalmente comprometida e o forro de pvc foi retirado. Na recepção e cozinha há vazamentos e a central telefônica está com fiação exposta.

A Kheiron Educacional, que recebeu na gestão do ex-prefeito José Carlos Augusto o prédio da Incubadora para instalar uma faculdade presencial, entrou na Justiça e conseguiu decisão que obrigava a prefeitura a fazer a entrega do espaço com todas as benfeitorias necessárias, prevendo multa diária à administração do prefeito Sérgio de Mello, que recorreu da decisão. Desde o início de sua gestão Sérgio vem colocando obstáculos para que o prédio não seja entregue, inclusive com ações junto à Justiça para questionar a doação.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos