Ter - 19/06
27º 17º 03:47
Guaíra - SP

Vereadora reclama de atendimento e falta de remédios na Farmácia municipal

A Dra. Bia Junqueira pediu ao governo que não espere acabar os medicamentos do estoque para solicitar mais e cobrou o aumento no horário de atendimento da distribuição centralizada

Cidade
Guaíra, 8 de dezembro de 2017 - 15h26

Durante a última sessão ordinária da Câmara Municipal, a vereadora da base aliada do governo municipal, a Dra. Ana Beatriz Coscrato Junqueira, voltou a falar de um assunto polêmico no setor de saúde pública: a farmácia centralizada.

De acordo com a parlamentar, em visita ao local, ela constatou que o prédio não está funcionando em horário adequado, como havia sido confirmado em projeto enviado para a Casa de Leis. “Fui visitar a farmácia municipal há um tempinho. Nós votamos aqui para que a farmácia ficasse aberta, centralizada, e na época foi falado que seria centralizada para que funcionasse em um período maior, abrisse mais cedo e fechasse mais tarde, que não ia faltar medicamento. Então, venho insistir com o senhor prefeito e secretário de saúde para que faça o combinado, porque na verdade está faltando alguns medicamentos e não está tendo atendimento adequado durante o período combinado”, apontou.

A Dra. Bia solicitou que a prefeitura estenda o horário de funcionamento e também para que recoloque os medicamentos quando estiverem acabando. “Eu sei que dinheiro não falta, o que está faltando acho que é um comprometimento para que quando baixar o estoque, antes disso, peça. Não sei se é na administração, acho que deve ser. Porque conversei com a farmacêutica e ela disse que faz o pedido antes, quando está baixando o estoque, então o que não pode faltar é lá na ponta, na população”, declarou.

Para que não haja problemas na farmácia centralizada, a vereadora sugeriu a contratação de novos profissionais. “Peço para que tome providências, para que não deixe faltar e que também melhore esse horário de atendimento. Se não tiver pessoal, vai ter concurso agora, então que coloque vaga. Temos também auxiliar de farmácia, que deveria ter concurso também. Vamos normalizar isso aí, porque não adianta, faltar para a população não”, completou.

O Jornal O Guaíra questionou o departamento de comunicação do governo municipal, que destacou não haver carência dos remédios. “A Secretaria de Saúde informa que não há falta de medicamentos na Farmácia Municipal, esporadicamente existe o término de alguns, mas a reposição é feita em alguns dias. Inclusive devido as férias coletivas de alguns laboratórios a Secretaria de Saúde tem feito um planejamento de compra antecipada para que não faltem remédios na Farmácia no início do ano de 2018”, afirma o Executivo.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos