Vereadora visita CAPS e constata corte de alimentação de atendidos

Maria Adriana de Oliveira Gomes lamentou que atual administração tenha suspendido as refeições no Centro de Atendimento Psicossocial

A vereadora Maria Adriana de Oliveira Gomes denunciou, durante a última sessão ordinária realizada na terça-feira (07), que a atual administração suspendeu o fornecimento de alimentação oferecida aos atendidos pelo Centro de Atendimento Psicossocial “Marcos Ferreira”.

Em seu pronunciamento, a parlamentar cobrou do prefeito que realizasse cortes em outras áreas, mas não suspendesse as refeições dos pacientes da área de saúde mental. “Existe tanta coisa que pode ser cortada no atual governo, mas a alimentação destas pessoas que estão em tratamento de saúde eu não admito”, disse.

Após a denúncia, Maria Adriana realizou visita ao local, onde manteve contato com o psicólogo responsável pelo setor, Dr. Márcio Silveira e demais funcionários. Ela constatou a veracidade de sua denúncia.

Segundo Gomes, dentro de nove anos de atividade do Centro, esta é a primeira vez que a refeição diária é cortada. “Além de estarem sem um profissional de psiquiatria, cortaram a alimentação, que é um momento de socialização destas pessoas”, destacou.

A vereadora manteve contato com o secretário municipal de Saúde, Jorge Uatanabe do Prado e solicitou uma solução. “Falei com o Jorge e ele me garantiu que vai tentar resolver. Ressalto que essa alimentação faz parte da terapia desses pacientes. Muitos deles tomam remédios fortes. Quero agradecer a todos os funcionários que me receberam com muita gentileza e que também estão muitos preocupados”, afirmou.

Recentemente, Maria Adriana, juntamente com os vereadores Moacir Gregório e José Reginaldo Moretti, denunciou que a prefeitura havia suspendido o fornecimento de alimentação aos idosos que frequentam o Centrinho dos Idosos para sua alimentação diária.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *