Ter - 23/10
31º 20º 10:03
Guaíra - SP

Vereadores criticam má atuação da limpeza pública de Guaíra

Geral
Guaíra, 6 de agosto de 2015 - 15h49

O presidente da Câmara, Netinho Nogueira, e os parlamentares cobraram providências em relação a limpeza pública da cidade, que tem sido alvo de constantes reclamações da população guairense

 

O Setor de Limpeza Pública de Guaíra, realizado por meio da contratação da prefeitura com a empresa Seleta Ambiental, tem sido alvo de várias reclamações de moradores que estão insatisfeitos com a qualidade dos serviços prestados na cidade.

Essa insatisfação também chegou na sessão da Câmara Municipal, realizada na noite da última terça-feira, 4 de agosto. Vereadores e o presidente da Câmara, Mário Carlos Nogueira Neto, fizeram críticas ao setor e também cobraram providências do Poder Executivo, que contratou a empresa para realizar este trabalho.

Netinho Nogueira reclamou do serviço prestado no município. “A limpeza está horrível, está vergonhosa, não está atingindo os objetivos. Acompanhei pela cidade e constatei que os varredores não têm culpa. Eles estão varrendo até três setores por dia e no outro dia não conseguem nem trabalhar. Estou analisando o trabalho desta empresa”, disse Netinho Nogueira que, na gestão anterior, trabalhou diretamente com este setor e possui experiência sobre o assunto.

A sugestão do vereador José Reginaldo Moretti de instaurar uma Comissão Especial de Estudos (CEI) para analisar o contrato da empresa Seleta também foi comentada pelo presidente do Poder Legislativo. “Se for preciso, nós iremos instaurar uma CEI aqui, mas não podemos admitir esta situação. Não é culpa dos funcionários, mas a limpeza pública em Guaíra não está satisfatória”, destacou Netinho.

Moretti ressaltou, durante seu pronunciamento, que por onde passa na cidade, os moradores reclamam da limpeza. “Você vai nos bairros e a população está reclamando do serviço. Não estou criticando os funcionários, estou falando da empresa Seleta, que leva nosso dinheiro embora. Se no contrato constar que eles precisam ter 40 funcionários de varrição de rua, olha lá se eles mantém 30 ou 35. Estão sacrificando os empregados, pois eles trabalham, mas a quantidade é pouca. A culpa é desta empresa, que não coloca trabalhadores. Porém, no carnê do IPTU todos os contribuintes pagam taxa de coleta, então é obrigação do poder público dar a manutenção necessária”, disse ele.

Outro parlamentar que criticou a este setor foi José Natal Pereira, afirmando que a empresa Seleta instalou-se em Guaíra e parece que “manda na cidade”. “Quem contratou esta empresa foi o prefeito e ele tem a responsabilidade de cobrar qualidade nos serviços. Estamos pagando muito caro para esta péssima qualidade de serviço. Os impostos estão saindo todo mês e infelizmente nós cansamos de cobrar e não ter algum tipo de solução”, comentou.

João José de Oliveira também solicitou do Poder Executivo que mude o modelo de gestão da limpeza pública, pois, segundo ele não está funcionando. “Eu peço para a empresa responsável pela coleta, que junta o lixo na casa das pessoas, que mude a forma de fazer este serviço. Existem várias reclamações e pelo jeito esta limpeza não está dando resultado para a nossa comunidade”, concluiu o vereador.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos