Sem coragem, não há mudança

Opinião
Guaíra, 22 de maio de 2018 - 10h20

Por Inara Lacativa Bagatini, membro da comissão organizadora da Festa do Peão de Guaíra

Doeu. Cansou. Fiquei doente. Briguei. Enfrentei gente que muita gente não enfrenta. Bati de frente como quem deveria bater, nao teve coragem.

Tomou energia, o meu tempo comigo e com as pessoas que eu amo (só a gente sabe o quanto)! Mas tenho certeza que desistir teria doído mais!
É impossível? Não.
É preciso ser expert? Não.
Precisa de dinheiro público? Não.
Mas é fundamental ter humildade de querer aprender e ter educação para isso, porque boas parcerias começam com uma boa educação.
É preciso ter comando, ter alguém que resolva tudo na prática e na teoria também… é preciso autonomia.

Custou caro emocionalmente e não teve recompensa financeira… mas me ensinou tanta coisa que anos de escola não ensinariam.

Mais do que nunca sei que Guaíra precisa da festa; que a festa é da população e precisa ser organizada respeitando isso; que as entidades precisam de união pois sem união tudo fica mais difícil, mais feio e desnecessário; que segurança não é truculência e que é preciso sempre enxergar as necessidades particulares de cada um que participa do evento.
É preciso renovar e inovar pois não é porque “sempre foi assim” que tem que continuar sendo.
É mais fácil esbarrar no machismo de gente “esclarecida” do que no dos “peões”.
Vi gente reclamando, mas vi muito mais gente sorrindo e isso não tem preço!
Vi muito ego, falta de coragem e excesso de interesse em algumas pessoas que não deveriam ser assim. Algumas me surpreenderam. Outras não.

Mas, como a vida sempre foi generosa comigo, conheci e reconheci muito mais gente que tem o mesmo pensamento: Aconteça o que acontecer, a verdade, o caráter, a honestidade, a vontade de fazer acontecer sempre serão maiores que qualquer obstáculo. Consciência tranquila é a melhor coisa que podemos ter.

Sem coragem, não há mudança. Sem dedicação nada acontece.

O mérito verdadeiro é fazer sua parte, muitas vezes a dos outros e, mesmo sendo injustiçado no caminho, entender que acima da festa e do lucro, tem que estar o respeito e a confiança por todos que fazem ela acontecer.

Obrigada a todos que de forma direta e indireta trabalharam, torceram, acreditaram, compraram o ingresso e apoiaram.
Teve muita gente trabalhando muito nos bastidores, aguentando coisas que dinheiro nunca vai pagar e que eu nunca vou pode agradecer o suficiente.
Eu vi gente queria

Gratidão é pouco.
O que eu sinto hoje é orgulho de todas essas pessoas que lutaram para a festa acontecer.


TAGS:

Inara Lacativa

Inara Lacativa – Jornal O Guaíra.

Ver mais publicações >

OUTRAS PUBLICAÇÕES
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente