Ter - 14/08
31º 13º 03:33
Guaíra - SP

Aluno é picado por escorpião dentro da escola Vicencina

A unidade teve suas atividades suspensas para dedetização e inspeção de possíveis focos; aulas retornam na terça-feira (15). Criança foi levada rapidamente ao Pronto Socorro e recebeu todos os cuidados médicos, permanecendo em observação

Cidade
Guaíra, 10 de Maio de 2018 - 10h38

 

 

 

 

 

Nesta última segunda-feira (07), um aluno do primeiro ano do ensino fundamental, de sete anos, foi picado no joelho por um escorpião dentro da EMEF Vicencina Aparecida Vaccaro Morsoleto.

A criança estava no momento do recreio, na quadra de esportes, brincando com os outros aluninhos, quando tudo ocorreu. O garoto foi rapidamente levado ao Pronto Socorro, onde recebeu todos os cuidados médicos e permaneceu em observação, não tendo complicações acerca do episódio. Os pais foram comunicados e acompanharam o atendimento.

Quem conhece a escola sabe que a limpeza é feita diariamente por servidores públicos e não há qualquer acúmulo de materiais que possam acarretar em focos de escorpião. Entretanto, o forro será inspecionado para evitar qualquer incidente.

De acordo com o governo municipal, a escola teve suas atividades suspensas durante três dias para uma varredura completa, através das equipes de Vigilância em Saúde e também da mesma empresa que dedetizou o local no início do ano, com o intuito de descartar qualquer possibilidade de focos do aracnídeo.

Assim, não houve aula já na tarde de ontem (09), para uma avaliação dos profissionais e os alunos retornam apenas no dia 15 de maio, já que a área será novamente dedetizada. “Por orientação dos profissionais que farão a dedetização, optou-se pela suspensão das aulas na unidade escolar, prevenindo possíveis intoxicações em decorrência do veneno a ser utilizado no combate ao aracnídeo. Assim, as aulas estarão suspensas no período desta quinta-feira, dia 10, até a próxima segunda-feira, dia 14. As atividades retornarão à normalidade na terça-feira”, confirmou a prefeitura através de nota.

NA CIDADE

 

 

 

 

 

 

 

A população reclama há alguns anos do aumento de aparições de escorpiões dentro das residências. Os casos de picada do aracnídeo também cresceram, porém, felizmente, não houve nenhuma morte, já que o Pronto Socorro atua prontamente com os pacientes.

Como na maioria dos incidentes, o escorpião surge pelos ralos, o Jornal O Guaíra questionou o Departamento de Esgoto e Água de Guaíra se há opções de combate através de dedetização pela rede do município.

A autarquia informou que, de 2017 até o momento, foram feitas 31 execuções no serviço de limpeza em galerias e bocas de lobo. “O DEAGUA tem feito de quatro em quatro meses a dedetização de toda a rede dentro de um programa de controle de pragas e pontualmente quando o cidadão informa a Autarquia na sua Sede ou pelo telefone 3330-1500 ou pela Ouvidoria no 0800 941 1007”, destaca o chefe do departamento, Lucas Froner.

A orientação é para que, quando ocorrer o surgimento de escorpião, o cidadão deve comunicar o Departamento de Controle de Vetores para inspecionar o perímetro. “No mais, o guairense, em um esforço coletivo com os vizinhos, deve procurar manter os terrenos limpos e evitar o acúmulo de materiais que possam servir de criadouro do escorpião”, finaliza Lucas.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos