Branco Zanol receberá pais e alunos de Guaíra neste domingo, em São Joaquim da Barra

Geral
Guaíra, 2 de abril de 2016 - 09h36

As crianças terão um dia de diversão, treinamento e interação com os professores, pais e colegas. Além do tatame, os alunos irão aproveitar a piscina e campo de futebol do Espaço

Os alunos do Projeto Branco Zanol, juntamente com seus pais e o professor de Guaíra, o sensei, Diego Lourenço, irá aproveitar um domingo de treino e muita descontração nas dependências do Espaço Educacional, Cultural e Esportivo “Edgar de Freitas”, em São Joaquim da Barra.

Serão 200 crianças da cidade, que aproveitarão o Centro de Treinamento, com um tatame de 300 mts², piscina, campo de futebol, além de interação com animais, como cavalos, jabutis, entre outros.

“Queremos proporcionar um momento de confraternização entre os alunos, com treinamento, brincadeiras, em um dia muito divertido. Além disso, enquanto os judocas estarão em aula, na parte da manhã, seus pais estarão preparando um belo almoço na cozinha do Centro; uma maneira para aproximarmos os familiares no almoço de domingo”, explica o sensei Diego.

 

FALTA APOIO

Em dezembro de 2014, o projeto Branco Zanol de Guaíra possuía aproximadamente 1.000 alunos. Porém, no início de 2015, o atual governo rompeu com o projeto e parou de custear o salário do professor, inclusive o espaço foi retirado.

Como os alunos não quiseram se desligar do sensei Diego, por já haver uma conexão, continuaram com as aulas, ministradas gratuitamente pelo professor.

Após três meses carregando os tatames até a quadra do Mutirão III, para que os judocas pudessem ter aulas, Diego conseguiu o Centro Comunitário para poder realizar os treinamentos.

Sem apoio da prefeitura, que cede apenas o local – cuidado pelos próprios pais dos alunos – o projeto consegue manter 200 crianças, sendo: 70 atendidas pelo Núcleo do Mutirão III, 50 pela Associação Guairense e 60 através das aulas ministradas no IORM, que abraçou a causa e contribui com o desenvolvimento do projeto.

“Sentimos muito essa falta de apoio, mas isso não deixou que o projeto Branco Zanol terminasse em Guaíra. Muito pelo contrário, com o apoio dos pais, do IORM e da Associação Guairense, conseguimos treinar essas crianças e melhorar o futuro delas”, destaca Diego.

Nesta semana, o professor esteve reunido com a diretoria de educação municipal, juntamente com o vereador João Enfermeiro, para conseguir, pelo menos, que a prefeitura custeie as carteirinhas da Federação de Judô dos alunos. “Acredito que se a prefeitura custeia carteirinhas para alguns alunos de outro projeto, estes também merecem. Não há porque ter essa diferença”, desabafa o sensei.

 

AULAS GRATUITAS

O Projeto Branco Zanol oferece aulas de judô para crianças de todas as classes. Munícipes que queiram participar, basta ter idade acima de 7 anos e procurar o IORM, de terça e quinta, das 9 às 10 e das 14 às 15h (horário das aulas), ou no Centro Comunitário do Mutirão III.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente