Campanha Julho Verde encerra nesta semana

Evento realizado pelo Hospital do Amor, promove conscientização para evitar diagnóstico tardio dos tumores de cabeça e pescoço

Saúde
Guaíra, 1 de agosto de 2019 - 15h03


O câncer de cabeça e pescoço já é o segundo mais comum entre os homens brasileiros e o quarto mais incidente entre as mulheres no país. A cada ano, surgem cerca de 43 mil novos casos da doença no Brasil e são registradas mais de 10 mil mortes decorrentes destes tipos de tumores que se originam nas vias aerodigestivas e atingem boca, língua, palato mole e duro, gengivas, bochechas, amígdalas, faringe, laringe, esôfago, tireoide e seios paranasais.

Na maior parte dos casos, o diagnóstico ainda ocorre tardiamente dificultando as chances de cura. Estima-se que a cada quatro novos casos, três sejam diagnosticados no estágio avançado da doença, resultando no óbito de quase metade destes pacientes. Muitas das pessoas que passam pelo tratamento ainda enfrentam sequelas físicas, funcionais e psicológicas.

Neste #JulhoVerde, mês de conscientização e prevenção do Câncer de Cabeça e Pescoço, a Associação de Câncer de Boca e Garganta – ACBG Brasil escolheu o tema ”O câncer tá na cara, mas às vezes você não vê” para alertar sobre os sinais da doença e a importância do diagnóstico precoce.

A campanha #JulhoVerde tem o objetivo de levar informação sobre a doença para garantir, também, tratamento e reabilitação adequados, chamando atenção aos fatores de risco que estão presentes no dia a dia de todos, como tabagismo em todas as suas modalidades, consumo de bebidas alcoólicas independente da periodicidade e volume ingerido e as infecções por HPV por meio das relações sexuais rotativas e sem preservativos, mesmo no sexo oral. O Mês de Conscientização do Câncer de Cabeça e Pescoço está sendo realizado no Centro de Eventos Paulo Prata (Hospital do Amor de Barretos).



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Saúde
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos