Dra. Bia Junqueira afirma que falta planejamento no governo em investir corretamente o que arrecada

A vereadora e pré-candidata a prefeita utilizou suas redes sociais nesta semana para falar sobre as funções do Legislativo e Executivo e mais uma vez esclareceu que Guaíra tem um orçamento rico, mas que recursos não representam investimentos que melhoram a qualidade de vida das famílias guairenses

Cidade
Guaíra, 23 de agosto de 2020 - 08h46

DRA. BIA JUNQUEIRA: “O cidadão está cansado de ter um pouco mais do mesmo. É muita ilusão e pouca ação, é muito vou fazer, sem concretizar…

Na última quarta-feira, 19, em mais uma Live em sua página oficial no Facebook, a vereadora e pré-candidata a prefeita de Guaíra, Dra. Ana Beatriz Coscrato Junqueira, do Podemos, abordou um assunto que reflete diretamente na vida de todos, a importância de um governo que age com planejamento para melhorar a vida a vida dos cidadãos.

Na Live que contou com grande participação da população, ela explicou detalhadamente as atribuições das funções de prefeito e vereadores e quais suas responsabilidades perante a comunidade.  Para ela, o parlamentar tem o dever de fiscalizar e ser voz do cidadão e o prefeito, o dever de executar as ações de uma forma que beneficie o coletivo, principalmente em questões que afligem o cidadão que depende dos serviços públicos.

Dra Bia Junqueira deixou claro que, durante os seus dois mandatos na Câmara Municipal procurou exercer com determinação uma das principais funções de um parlamentar, que é a fiscalização dos recursos públicos e a defesa dos direitos da população.“Tenho plena convicção que, nos meus dois mandatos, eu exerci com muita dedicação meu trabalho de fiscalização. Foi através desta atuação que erros na gestão foram corrigidos, que o cidadão teve seu direito restabelecido e que evitei o desperdício de dinheiro público. Estou encerrando este ciclo na Câmara com sentimento do dever cumprido e com a certeza que dediquei o meu melhor para a minha cidade e população”, analisou.

Analisando a função do prefeito mais profundamente, ela esclareceu que um governante que não ouve a sua população, não está presente nos setores públicos para verificar as deficiências e não age conforme os interesses coletivos, tem uma grande tendência a  não utilizar corretamente os recursos públicos arrecadados e com isso, uma cidade como Guaíra que arrecada bem, cerca de R$ 200 milhões ao ano, não alcança lugar de destaque em áreas essenciais como a Saúde, a Educação e a geração de emprego e renda.“É muito fácil permanecer no gabinete durante três anos e só sair às vésperas de um pleito eleitoral. Quando falamos em números de investimentos de governo que são analisados superficialmente por institutos, temos que olhar principalmente se o que é gasto realmente representa mudança na qualidade do que é oferecido ao cidadão. Quando analisamos números, é tudo maravilhoso. Mas, isto representa mudança na vida das pessoas da cidade ou é apenas para engrossar estatística para enganar a população”, frisou.

Dra. Bia Junqueira cita como  um exemplo da inexistência de planejamento no atual governo, a falta de água que atingiu a cidade nos últimos dias. Para ela, o que os cidadãos presenciaram é a maior comprovação que Guaíra possui um governo que não prioriza as demandas prioritárias da comunidade e que só agora resolveu agir com finalidade eleitoral.”Todos sabem que Guaíra tem problemas no abastecimento de água e isto atinge todas as camadas sociais. Passou três anos, deixaram chegar ao limite sem investimentos para vender facilidade de resolução. Isto não é planejamento, é tentar enganar o povo. Se o orçamento de Guaíra estivesse sendo bem gerenciado,  com a administração olhando os reais interesses dos cidadãos, durante os últimos três anos teríamos investimentos nesta área. Mas não, deixaram como estava e hoje correm atrás para tentar resolver”, esclarece.

Para ela, é preciso ter sensibilidade, pulso firme e coragem para fazer diferente em uma administração municipal ou a cidade corre o risco de continuar estagnada.“O cidadão está cansado de ter um pouco mais do mesmo. É muita ilusão e pouca ação, é muito vou fazer, sem concretizar… Ou munícipe precisa saber o poder que tem e o orçamento que o prefeito gerencia e não reflete na sua vida e na comunidade. E, para que isto aconteça, é preciso se colocar o lugar do outro, priorizar o ser humano e investir corretamente os recursos públicos para que represente  um salto de desenvolvimento real na cidade e não em índices que não refletem a realidade”, finalizou.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente