Acabou a mamata!

Editorial
Guaíra, 9 de março de 2017 - 07h31

Este termo “acabou a mamata” pode, a princípio, gerar uma especulação de que tudo que estava errado, anteriormente, em termos da administração pública, de agora em diante, estará nos trilhos da transparência e da honestidade.

Bem que poderia ser assim, mas, não é!

Não se poder “zerar” qualquer administração pública, como se ela não existisse e começar de novo a partir do dia primeiro de janeiro. Bem que poderia ser assim, mas não é!

Assim sendo, aplausos para o vereador Edvaldo Morais, que na sessão desta última terça-feira levou para o plenário dados do que foi gasto no carnaval de 2015 e comparou-os ao que se pagou em 2017. O mais interessante é que o parlamentar tinha, em mãos, cifras que foram pagas para as mesmas empresas que prestaram serviço no passado com um preço bem menor apresentado este ano.

Mágica do vereador? Mágica das empresas prestadoras de serviço no carnaval de 2015 que resolveram abaixar o preço para 2017? Mágica dos organizadores do carnaval que conseguiram fazer um carnaval enxuto e de qualidade?

Não, não é mágica! É honestidade, é transparência com o dinheiro público, é o tom que está se dando no Brasil inteiro em todas as prefeituras.

Em um passado não muito distante, via-se, através dos noticiários, que o desvio, as falcatruas, os superfaturamentos eram feitos por quadrilhas legalizadas pelo voto popular.

Hoje, espera-se, não há mais lugar para os conchavos, para as terceirizações feitas com a finalidade de favorecimentos, para consultorias sem pés nem cabeça, para desvios descabidos em um assalto velado ao erário público.

Até nossa câmara está diferente! Os vereadores dão o seu recado e nem estão quebrando as boas regras gramaticais. Dá gosto de acompanhar!!!


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA TAMBÉM
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente