Aqui também!

Editorial
Guaíra, 23 de novembro de 2017 - 09h32

Não raras vezes ficamos indignados quando vemos a pauta dos informativos, na televisão, que mostram obras iniciadas pelas autoridades (governadores, prefeitos) e não acabadas: são hospitais, creches, pontes, escolas e uma série sem fim de esqueletos de construções que ficam à mercê do tempo e acabam por deterioram-se por completo.

Dói no coração quando vemos o dinheiro público tão mal administrado. Em cada obra começada e não acabada tem – possivelmente – sempre um desvio de material, de dinheiro, de intenções.

Infelizmente temos também, em nossa cidade, um desses esqueletos mal acabados. Lá pelos lados do Bairro Padre Mario Lano existe um prédio destinado a abrigar o CRAS – Centro de Referência de Assistência Social – que é um exemplo do dinheiro mal administrado.

O imóvel em questão deveria ter sua obra 50% pronta para que o 2º repasse de dinheiro Federal chegasse. O que está erguido do chão, naquele local, chega a pouco mais de 44% de conclusão de obra, no entanto, muito desta porcentagem foi deteriorada pelo tempo ou foi roubada.

Já não existem mais batentes de portas, porque o abandono é um chamariz para saqueadores e depredadores. A sujeira também impera no local.

A Vereadora Maria Adriana visitou o espaço e fez um requerimento no sentido de se solicitar o prosseguimento da construção do CRAS, encaminhou-o para as autoridades competentes e está esperando que se dê continuidade ao prédio.

Acontece que, hoje, esta entidade está trabalhando em um prédio alugado. Um pouco de gestão por parte do Departamento de Obras seria de grande valia e grande transparência para com o dinheiro público.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA TAMBÉM
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente