A decadência do PT em SP

Editorial
Guaíra, 5 de abril de 2017 - 07h54

O Partido dos Trabalhadores sempre teve seu centro em São Paulo. Tinha já colocado três prefeitos na cidade, e sempre estava presente no segundo turno.

Com os escândalos de corrupção envolvendo o partido, a maré virou. A cidade votou em massa em Aécio Neves em 2014, contra Dilma. Hoje em dia, petista virou xingamento em São Paulo.

A Fundação Perseu Abramo, ligada ao PT, resolveu investigar o que está acontecendo, e foi atrás do eleitor do eleitor petista, que sempre foi fiel ao partido, mas que nas últimas eleições preferiu votar em Aécio e Doria.

Três em cada dez entrevistados são ou foram beneficiários de programas do governo petista como Bolsa Família, Minha Casa Minha Vida ou Prouni.

E o resultado não poderia ser mais surpreendente – e no bom sentido. Esqueça a mentalidade marxista do início do século passado. A maioria entendeu que a relação entre trabalhador e patrão é mútua, um precisa do outro para sobreviver. Não há relação de exploração. O grande inimigo é o Estado.

Aliás, não há luta entre ricos e pobres. A verdadeira luta acontece entre a sociedade e o Estado. Muitos dos entrevistados pedem direitos e oportunidades iguais, mas são contra as que “duvidam” da capacidade do cidadão, como as cotas raciais.

Por fim, a política é suja, e todos os políticos são sujos e desonestos.

Como será que os diretores do PT reagiram ao verem esses estudos? Aposto que muitos acham que deve ser alguma sabotagem da mídia golpista associada a CIA. Mesmo alguém os lembrando toda hora que foram eles que fizeram o estudo.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA TAMBÉM
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente