Desrespeito no cemitério

Editorial
Guaíra, 9 de abril de 2016 - 08h18

Quando o assunto é a memória dos nossos entes queridos já falecidos, nosso coração se enche de saudade. O respeito por aqueles que já passaram por esta vida é algo que pertence a todo ser humano, porque existe um sentimento envolvido chamado amor.

Há um local onde todo este amor, esta saudade e o respeito são demonstrados. Trata-se do cemitério municipal, local destinado ao sepultamento destas pessoas que já se foram, mas que ficaram marcadas nas vidas de seus familiares.

A denúncia feita pelo vereador José Natal Pereira sobre obras que estão sendo realizadas no cemitério Guaíra deixou a população preocupada, não somente pelo fato da descaracterização, mas também pelo desrespeito à memória daqueles que ali estão sepultados e o sentimento daqueles que visitam o local.

São túmulos sendo construídos em local inadequado, em passagens de pedestres e espaços entre os jazigos, que prejudicam até a visitação dos mesmos. Além disto, espaços destinados ao escoamento de águas pluviais estão sendo ocupados por túmulos.

Paralelo a isto, uma grande quantidade de árvores foram extraídas. Algumas sem uma aparente necessidade e outras para dar lugar a novos túmulos. O cemitério, que antes era um local com árvores que proporcionavam sombra para visitantes, hoje tem um clima desértico, que em dias de sol forte torna-se insuportável.

O que mais chama a atenção em toda esta situação não é somente a falta de respeito com aqueles que ali estão sepultados, mas também a inexistência de um planejamento na atual administração, que deveria ter apresentado uma solução mais inteligente para o problema da falta de espaço, e não penalizasse aqueles que já possuem seu lugar no local.

Neste mandato foi publicado um decreto de desapropriação de uma área próximo ao cemitério para a expansão do mesmo. Mas, sem nenhuma explicação, este decreto foi sustado. E a medida para resolver o problema foi descaracterizar o cemitério, deixando a população revoltada com as obras que estão sendo realizadas para suprir uma deficiência do atual governo.

Em uma breve consulta no Portal da Transparência, verificamos que nestes três primeiros anos do atual governo, o cemitério municipal de Guaíra arrecadou aos cofres da prefeitura mais de R$ 566 mil. Este valor deve ter sido utilizado para outra finalidade, uma vez que as obras já realizadas no seu interior com a construção de novos túmulos não representam este total.

A população que paga seus impostos não pode pagar um alto preço pela incompetência do atual governo municipal. O prefeito, como figura de gestor do município, deve estar atento às barbaridades que seus subordinados estão cometendo em setores como o cemitério. É inadmissível que o cidadão que ama sua cidade, que tem respeito pelas famílias que sepultaram seus entes queridos no local, continue praticando atos desta natureza.

A denúncia do vereador José Natal Pereira deve chamar a atenção da atual administração, das autoridades do município, mas principalmente da população guairense, que não pode admitir que o local seja descaracterizado, que árvores sejam arrancadas sem justificativas e que os recursos arrecadados por aquele setor, sejam empregados na sua área de atuação.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA TAMBÉM
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente