É muita cara de pau!

Editorial
Guaíra, 28 de novembro de 2017 - 10h04

Na primeira vez que o ex-governador do Rio de Janeiro, Antony Garotinho, foi preso, ele esperneou tanto e o Brasil inteiro viu o show que ele precisou sair de maca e acabou sendo solto. Ele gritou, chorou e esperneou…

Agora, desta vez que foi preso, ele afirma que foi agredido dentro do presídio. Está com lesões nos pés e no joelho.

No entanto, cinco agentes da Secretaria de Administração Penitenciária que trabalham na cadeia de Benfica, onde ele estava preso, prestaram depoimento nesta segunda-feira (27) ao delegado Wellington Vieira e disseram que a suposta agressão ao ex-governador é “quase impossível” de ter ocorrido.

Além deles, prestou depoimento também o diretor em exercício da unidade. De acordo com as testemunhas, o segundo andar — onde ficam as galerias A, B e C — é ainda mais difícil de ser acessado. O delegado ainda pretende ouvir mais servidores do presídio e o ex-secretário de Saúde, Sergio Côrtes, que também está preso. Côrtes prestou os primeiros socorros a Garotinho.

“Os depoimentos dos servidores foram convincentes, e divergentes do depoimento do preso. Eles garantiram que é quase impossível alguém invadir a cadeia e chegar ao segundo andar sem ser visto. Vou ouvir todo mundo que estava de plantão, como os três servidores da portaria, quero ver as imagens das câmeras de segurança que ainda não recebi e não descarto nem a hipótese de fazer uma perícia lá no local”, disse Vieira, que também aguarda o resultado do exame de corpo de delito. Ele disse que quer ser bem técnico em sua decisão.

De acordo com a defesa de Garotinho, ele teve a cela invadida e foi agredido com um porrete. Ainda segundo ele, uma arma foi apontada em sua direção. Garotinho teria chegado à delegacia com o dedo do pé machucado e o joelho ralado. A nova cela do ex-governador é monitorada 24 horas por dia.

Se Garotinho se auto feriu, fica ainda pior para ele, que deverá ser transferido para um presídio de segurança máxima.  É mesmo muita cara de pau para quem, um dia, foi governador de um grande Estado da União.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA TAMBÉM
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente