Por que Somente em Guaíra?

Editorial
Guaíra, 19 de abril de 2017 - 09h12

Os adolescentes têm uma mania de achar que tudo é sempre com eles. Tudo de ruim, evidentemente! Sem querer vitimizar nossa cidade e longe de compará-la aos adolescentes que ainda não têm uma formação completa, Guaíra tem – sim – sido foco de, pelo menos duas situações:

– A primeira, que causa estranheza, é a nossa Internet. Ela está sempre dando problemas e atualmente não existe uma só residência, empresa ou banco que não necessite dessa Internet para proceder a qualidade de atendimento aos seus trabalhos.

Se, por exemplo, alguém telefona para se informar sobre os serviços prestados (serviços deficitários) da telefonia e consequentemente da Internet, a resposta é inevitável: “Temos problemas com Guaíra e no momento está sendo averiguado.”

– Outro assunto que somente existe em nossa cidade foi “Capa” do nosso exemplar de ontem e que muito tem afligido os cidadãos: o preço dos combustíveis.

Foi feito, por nosso jornalismo investigativo, uma averiguação séria, com provas, com fotos das bombas de combustíveis comprovando aquilo que o guairense sente no bolso: nosso combustível é o mais caro da região.

Quando se tem a oportunidade de viajar a qualquer cidade dos nossos arredores, tem-se aproveitado para encher o tanque. Isso é um fato!

A nossa indignação é clara: por que somente em nossa cidade os preços dos combustíveis são maiores? Descartou-se a ideia de haver um “cartel’ mas a pergunta fica na cabeça do guairense!

O que importa é o orçamento onde pagar mais caro, em uma situação financeira pela qual estamos passando, onde qualquer centavo faz a diferença e onde o combustível passou ser um gênero de primeira necessidade, fazer economia é sempre muito bem-vindo.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA TAMBÉM
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente