Preço da carne deve cair

Editorial
Guaíra, 22 de março de 2017 - 08h00

A suspensão das importações de carne do Brasil por causa das irregularidades em frigoríficos investigadas pela “Operação Carne Fraca” não deve ser longa.

A China suspendeu a entrada de carne brasileira no país até que o Brasil preste esclarecimentos sobre a operação deflagrada pela Polícia Federal. Foi o primeiro país a oficializar a interrupção na compra do produto brasileiro.

O Brasil é um dos maiores fornecedores de carne bovina do mundo, e outros países não conseguem suprir a demanda global e, por isso, a suspensão das importações não deve perdurar. Se sai o Brasil, Estados Unidos e Austrália não têm como complementar as vendas.

O país terá, entretanto, grande prejuízo em termos de preço de exportação, que vai cair, porque faz parte do jogo.

Nesses casos, de suspeita de irregularidades, destaca-se que os importadores acabam aplicando medidas protecionistas, favorecendo os produtos nacionais em detrimento dos brasileiros.

A população não deve entrar em pânico. Em termos de saúde pública e segurança alimentar, pode ficar tranquila para consumir os produtos. Não existe diferença na produção para o mercado externo e interno. Todos os cuidados e análises são feitos. O consumo está ratificado e não existe risco para a população de nenhuma ordem.

Enquanto estamos preocupados com a carne, o congresso se reúne, todos os dias, para elaborar leis que livrem os parlamentares da Lava-Jato.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA TAMBÉM
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente