Sem foro, é Moro!

Editorial
Guaíra, 5 de fevereiro de 2017 - 07h05

Esta invenção de “foro privilegiado” é mesmo uma aberração que protege os políticos e que está na hora de acabar! Uma blindagem para os políticos que tentam sair das vistas do juiz Sérgio Moro.

Ninguém se esquece do maior vexame desta blindagem quando dona Dilma tentou nomear o ex-presidente Lula como ministro da casa Civil com a finalidade de dar-lhe o tal “foro privilegiado” para livrá-lo dos processos e de Curitiba.

Agora é a vez do nosso presidente Michel Temer lançar mão do mesmo recurso para aliviar os grandes amigos, que estão atolados até o pescoço de suspeitas irregulares.

Um deles é Moreira Franco. Imagine que Temer recriou a pasta de “Secretaria Geral da presidência” para ser ocupada pelo amigo, que foi citado 34 vezes nas delações do processo da Odebrecht.

Os outros nomeados vão acrescentar pouca coisa para os rumos do governo, mas vão solucionar um problema para o presidente.  Um deles é Luislinda Valois que não se elegeu para deputada mas vai ser ministra dos Direitos Humanos, para “calar a boca” de quem diz que no governo Temer não existem mulheres negras.

Há uma máxima que corre nos corredores de Brasília que é o seguinte: “Sem foro, é Moro”, em ma clara alusão aos políticos que se não tiverem o foro, caem nas garras do juiz da Lava-Jato.

Por outro lado, lá pelos lados do Rio de Janeiro, o prefeito Marcelo Crivella não pode ser acusado de descumprir as promessas da campanha. Ao tomar posse, ele prometeu “proteger a família”. Assim, nomeou seu filho Marcelinho para o cargo de secretário da Casa Civil.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

LEIA TAMBÉM
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente