Focos de incêndio criminosos atingem plantações do município

Graças ao monitoramento e ação do PAME foi possível controlar rapidamente o fogo e identificar um veículo suspeito

Cidade
Guaíra, 26 de abril de 2020 - 09h46

Na última terça-feira, 21, ocorreram alguns focos de incêndios criminosos na região, os quais foram rapidamente controlados pelas equipes das usinas que integram o PAME (Plano deAuxílio Mútuo em Emergência).

Graças a todo este efetivo de monitoramento foi possível identificar um veículo suspeito de envolvimento na prática do crime, através da captação de imagens e compartilhamento com o policiamento militar e ambiental, que agora passa a monitorar de perto possíveis suspeitos.

O PAME aproveitou para reforçar a importância da conscientização de toda a população para evitar a ocorrência de incêndios. “Lembre-se que todo incêndio começa pequeno, portanto, evite queimar lixo, palhada, pastagens, ou qualquer resíduo, pois, muitas vezes é dessa forma que devido a ventos fortes, pouca umidade no ar e outras condições que podem favorecer a propagação do fogo, este pode se tornar incontrolável, causando danos de grandes proporções. Pense nisso antes de agir; suas ações podem ser decisivas em preservar ou destruir o meio ambiente”, informa.

Período favorece risco de incêndios

O período de estiagem, que vai de abril a setembro, podendo se estender até outubro, é marcado pelo tempo seco e baixa umidade do ar. Nesta época do ano, as condições climáticas associadas com o vento e picos de temperatura aumentam o risco de incêndios em áreas rurais e urbanas. Não é preciso muito para iniciar um incêndio, apenas uma fagulha, ou mesmo o calor do sol em condições específicas pode deflagrar um incêndio de proporções catastróficas.

O Plano de Auxílio Mútuo em Emergência, que é composto por usinas de cana de açúcar da região, estabelece diretrizes, planejamentos, projetos, prevenção, trabalhos e ações relacionadas com as eventuais ocorrências de incêndios ou situações de emergências que possam resultar em sinistros nas áreas de cana de açúcar e outras culturas, nas áreas de preservação permanente (APP´s), e atendimento emergencial nas comunidades, quando assim for convocado.

Ao longo dos anos, o PAME vem se estruturando em efetivo de pessoas e investindo cada vez mais em equipamentos de monitoramento, para prevenção e combate a incêndio. As áreas de canaviais se encontram monitoradas 24 horas,por câmeras de alta resolução, de longo alcance e instaladas em pontos estratégicos de vigilância. As imagens são capturadas e salvas em servidores externos. O PAME também conta com o monitoramento aéreo via Drones e Vant (Veículo Aéreo Não Tripulado), o que possibilita agilidade na identificação do local de início e causa do incêndio. Além de toda tecnologia de monitoramento utilizada, o PAME conta com a ronda de vários veículos leves para o combate mais rápido nos casos de incêndios e possível identificação de pessoas e veículos que venham a praticar incêndios criminosos.


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Cidade
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente