Município registra 74 casos positivos de dengue

Setor de Vigilância pede a colaboração da comunidade, com a inspeção de possíveis focos do mosquito nos quintais das residências

Saúde
Guaíra, 25 de fevereiro de 2019 - 15h03

Até agora – dados atualizados em 22 de fevereiro – são 451 notificações de dengue em Guaíra. Desses, 74 foram confirmados, 124 descartados e 253 aguardam os resultados de exames.

Segundo dados da Vigilância em Saúde, as áreas com maior número de casos se concentram na região central do município e também nos bairros Bárbara, Nova Guaíra, Portal do Lago e Jardim Alegria.

As ações realizadas pela administração estão reunidas em: visitas casa a casa, com apoio dos agentes de saúde dos PSF’s, bloqueio de criadores e bloqueio e nebulização em casos confirmados, autuações por parte da Vigilância Sanitária, autuações do Departamento de Fiscalização e postura em terrenos baldios, roçagem de terrenos, limpeza e arrastões de fim de semana (na semana passada não foi feito devido ao tempo chuvoso).

Para o chefe da Vigilância em Saúde, Mauricio Alves, as ações de prevenção não devem partir somente do governo, mas também de toda a comunidade guairense, que deve inspecionar seus quintais e evitar qualquer foco do mosquito Aedes aegypti. “Se todos se mobilizarem e também deixarem os agentes entrar nas casas para vistoriar qualquer tipo de local propício, poderemos evitar que esses números aumentem”, disse ele em relação aos casos positivos.

Quanto a possíveis notificações de dengue hemorrágica, a Vigilância Epidemiologia aguarda resposta do Serviço de verificação de Óbito para concluir se o munícipe que faleceu, e estava com dengue, foi recorrente a doença. “E em outro caso suspeito, a Vigilância de Barretos não detectou a dengue em um primeiro exame e aguarda resultados de novos exames feitos ao paciente”, finalizou o governo municipal.




Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Saúde
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos