Novo aparelho do HA permite tratamento radioterápico com alta tecnologia

A equipe de rádio-oncologistas realiza, em média, 300 sessões de radioterapia por dia

Saúde
Guaíra, 18 de agosto de 2020 - 08h45

Oferecer tratamento humanizado a todos os pacientes é o grande diferencial do Hospital de Amor (HA) de Barretos. Outro fator extremamente importante na instituição é a utilização de tecnologia de ponta, aliada ao bom trabalho de profissionais altamente capacitados e qualificados. A equipe de Radioterapia do HA deu início à instalação, neste mês, de uma nova conquista no departamento: o acelerador linear Trilogy®. A partir de outubro deste ano, os pacientes que necessitarem realizar o procedimento de radioterapia durante o tratamento oncológico poderão contar com mais esta novidade.

De acordo com o rádio-oncologista do Hospital de Amor, Dr. Danilo Nascimento Salviano Gomes, trata-se de um aparelho de alta tecnologia que vai possibilitar o tratamento de mais pacientes e, além dos procedimentos convencionais e hipofracionados, também possibilitará a realização de radiocirurgia, que é realizado pelo departamento. “O novo aparelho de alta tecnologia pode ser utilizado para a realização de radiocirurgia intracraniana e extracraniana. Devido à sua alta precisão, o tratamento radiocirúrgico consegue oferecer alta dose de radiação em um volume alvo reduzido, diminuindo a dose nos tecidos normais e o número de sessões de radioterapia”, afirmou.

O aparelho permite a realização do chamado ‘IGRT’ (radioterapia guiada por imagem). Tal tecnologia possibilita a verificação diária dos movimentos dos órgãos e a relação deles com o tumor, reduzindo possíveis efeitos colaterais, por atuar com maior precisão e segurança na entrega de dose.

Para ele, é uma alegria e satisfação muito grande poder oferecer radioterapia de alta tecnologia para os pacientes. “Graças a essa conquista, nós conseguimos oferecer um tratamento mais seguro e preciso. Um tratamento de câncer de próstata, por exemplo, que antes era realizado em 39 sessões, poderá ser realizado em até 5 sessões nesse novo equipamento. Isso beneficia o paciente diretamente, com a redução do número de frações de radioterapia. A realização de uma radiocirurgia intracraniana, por exemplo, minimiza a toxidade aguda e tardia, melhorando a qualidade de vida e o bem-estar do paciente”, ressaltou o especialista, que faz parte da equipe de rádio-oncologistas que atuam na unidade do Hospital de Amor Barretos e que realizam, em média, 300 sessões de radioterapia por dia.

A instituição, em projeto redigido pelo coordenador do departamento, Dr. Renato J. Affonso Jr., angariou os recursos do aparelho e foi beneficiada por meio da aprovação de projeto enviado ao Programa Nacional de Apoio à Atenção Oncológica (PRONON), que, junto ao Ministério da Saúde, auxilia entidades sem fins lucrativos que apresentam ações e projetos de prevenção e combate ao câncer, estimula a prevenção e reabilitação da pessoa com deficiência, apoia a formação, o treinamento e o aperfeiçoamento de recursos humanos – em todos os níveis.

 


TAGS:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Saúde
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente