OAB vai à E.E.Enoch Garcia Leal levar noções de cidadania aos estudantes

O objetivo é melhorar a aprendizagem dos alunos, ampliando os conhecimentos dos direitos básicos de cada um. Esse programa abrange o ensino fundamental e médio

Geral
Guaíra, 5 de fevereiro de 2019 - 10h57

A Escola Estadual Enoch Garcia Leal firmou uma parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), para levarem aos estudantes do ensino fundamental e médio as noções de cidadania.

O objetivo será orientar os jovens para que possam ter seus direitos respeitados e também entenderem seus deveres, enquanto cidadãos. O ponto-chave é ajudar a reduzir as desigualdades sociais, buscando despertar na consciência dos adolescentes suas responsabilidades.

Neste primeiro semestre, serão atendidos, uma vez na semana, os alunos do oitavo ano do ensino fundamental e segundo do ensino médio, com a visita de um dos advogados especialistas à instituição. As professores, o diálogo acontecerá a cada 15 dias em ATPC’s formativas.

Para definir os conteúdos a serem dados em sala de aula, os advogados Dra. Marlene Gonçalves Figueiredo Nacle ( Presidente da OAB), Dr. Gustavo Amaro Stuque (Vice Presidente da OAB), Dr. Adriano Vieira (Presidente Comissão OAB vai à escola), Dr. Júlio César Alves de Almeida Martins Cristino (Presidente da Comissão de Direitos Humanos) e Dra. Paula Rodrigues Garcia Muniz (Presidente da Comissão Jovem Advogado) reuniram-se com a equipe gestora e os professores da escola.

A partir desse momento, foi estabelecido o cronograma para o 1º semestre do ano letivo e alguns temas que serão abordados são: direito do trabalho, menor aprendiz, estagiário, trabalho doméstico, relações de consumo, direito à saúde, internet e cidadania digital, igualdade racial, violência doméstica, estatuto do idoso, direito de família, direito do deficiente, diversidade sexual, cidadania, direito ambiental e evasão escolar.

Esse projeto tem como base o artigo 5º da Constituição Federal, que trata dos direitos e garantias fundamentais, o programa aborda temas importantes para o convívio dentro e fora das salas de aula, desde os mais atuais, como a prática do bullying, passando por questões trabalhistas, até relações de consumo e de acessibilidade.

Através dessa parceria dos educadores com a OAB será possível a formação desses alunos e os farão adquirir conhecimentos de seu papel e obrigações sociais.

 

 



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS NOTÍCIAS EM Geral
Ver mais >
Acompanhe nossas atualizações. Siga-nos