As miopias e opções do PT

Opinião
Guaíra, 21 de maio de 2016 - 08h05

Em meio a gravíssima crise politica em que vivemos, reflexo de uma oposição inconformada com a perda das eleições pela quarta vez seguida, e por miopias acumuladas nos últimos anos do PT que não enxerga um palmo à frente de sua soberba. Sim, um dos principiais erros do PT é sua soberba por não compreenderem que a historia do Brasil, em especial as lutas sociais não nasceram com a fundação do partido. Muito pelo contrário são frutos de lutas de correntes de pensamento que pagaram caríssimo por suas opções, como é o caso dos Trabalhistas Getúlio Vargas, Joao Goulart e Leonel Brizola. Outro fato que cristaliza a soberba do PT é a sua visão de alianças – na verdade o PT não prestigia alianças – querem no fundo adesão incondicional dos que o apoiam e tratam de forma presunçosa os seus aliados. Entretanto, o PT foi absolutamente míope no trato com as velhas oligarquias que sempre governaram o Brasil e hoje paga o preço caro por essa opção. O PT abraçou incondicionalmente o clã Sarney, responsável direto pelo atraso político Brasileiro e pela miséria do Maranhão. Também abraçaram outras raposas da velha política, como Renan Calheiros, Romero Jucá, Gilberto Kassab. Lula em especial foi altamente generoso e cúmplice conveniente destes coronéis. E hoje pagam o preço por se conduzir à direita do processo político, e pior sentem na pele o que muita vez fizeram com os outros. Afinal, o PMDB chegou ao poder sem voto, devido às miopias do PT. Contudo, o PT empurrado pela perpetuação do poder, não construiu um projeto de nação, pautou-se exclusivamente por um projeto de poder, caiu na promiscuidade rasa da política, e se consolidou como mais do mesmo, na vala comum da corrupção. Optou por não enfrentar o monopólio midiático, achou que era possível a convivência pacífica com os barões do neoliberalismo, e se transformou em presa fácil e doce das manipulações, e mais uma vez esta opção demostra a miopia do PT frente a história da política Brasileira. O PT não compreendeu que vivenciamos uma luta de classe, que o golpe hoje nada mais é do que a retomada do poder das velhas e viciantes elites de privilégios que constituímos desde nosso descobrimento. O complexo do PT, em especial de alguns dirigentes, que sempre desejaram frequentar os belos e elegantes salões da burguesia pátria, os cegaram porque jamais serão aceitos nestes ambientes. As raízes do PT embora discutíveis sob os aspectos políticos, sociológicos e filosóficos, não o credenciam na aceitação elitista Brasileira. O PT paga o preço de opções erradas e miopias patológicas como a praga do hegemonismo, ou simplesmente por sua acefalia histórica. Todavia, tem também como legado uma obra social respeitável, como tirar milhões de brasileiros da linha da pobreza, de conduzir secularmente brasileiros renegados e marginalizados ao mundo do consumo, entre outras importantes conquistas. Mas sua miopia põe em xeque esse legado, sua miopia ressuscita a velha direita, e afasta aliados históricos. E quem paga esse preço e o Brasil.


TAGS:

Henrique Matthiesen

Henrique Matthiesen – Bacharel em Direitoo e Jornalista

Ver mais publicações >

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS PUBLICAÇÕES
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente