Cuidado com o corpo

Opinião
Guaíra, 9 de agosto de 2016 - 08h05

A religião islâmica preza pelo cuidado da sua saúde espiritual, emocional e física.  Um dos ensinamentos básicos é que somos responsáveis por o que fazemos com nossos corpos, devendo cuidar dos mesmos.

O primeiro cuidado vem com a higiene pessoal, boa vestimenta, sendo que para a prática de qualquer oração é necessário a realização da ablução. O Profeta Muhamad Sws disse: “A pureza é a metade da fé.”

Seremos questionados o que fizemos com nosso corpo, como o tratamos, o que consumimos, pois esta máquina inigualável é uma dádiva concedida por Deus.

Deus diz no alcorão: E não lanceis a vós próprios com as vossas mãos à destruição (Cap. 2 Vers. 195). E não vos mateis a vós próprios na verdade Deus é misericordioso para convosco. (Cap. 4, Vers29).

Assim, tudo aquilo que prejudica, como bebidas alcoólicas, cigarros, drogas, são proibidas pela religião. Assim, os muçulmanos aprendem a comer e beber com tudo aquilo que Deus estabeleceu como lícitos, não exagerando, mantendo sempre o equilíbrio.

Ter uma boa saúde e condicionamento físico é dever dos muçulmanos para que possam cumprir as demais obrigações do dia a dia.  Exemplo básico são as orações que todo muçulmano faz, onde seus movimentos envolvem todos os músculos. Sem uma boa saúde o jejum não pode ser praticado e sem condicionamento físico a realização da peregrinação à Meca dificilmente será cumprida.

A pessoa que faz algum tipo de exercício sempre está de bom humor, trabalha melhor, raciocina, não é desleixada, gasta menos com remédios, tendo disposição para tudo.

O profeta Muhammad Sws na sua época estimulava a prática do arco e flecha, treinar com cavalos, corridas, brincar com a família e aprender a natação, mas nada impede que a pessoa pratique outros esportes atuais que não existiam naquela época, pois o importante é manter a saúde e boa forma.

Ao mesmo tempo em que a religião estimula a prática de esportes, não há como a pessoa viver apenas em função disto, devendo dar o tempo para cada coisa, sejam as orações, família, trabalho, lazer, filhos, etc, onde o exagero em nada é bom, prejudicando assim a pessoa e todos aqueles ao seu redor.


TAGS:

Girrad Mahmoud Sammour

Girrad Mahmoud Sammour, Advogado, Pós Graduado em Processo Civil, Professor Divulgador Do Instituto Latino Americano De Estudos Islamicos-Ilaei, Diretor Da Mesquita De Barretos-Sp. Dúvidas e palestras  [email protected]

Ver mais publicações >

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS PUBLICAÇÕES
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente