O elo de muitos escândalos

Opinião
Guaíra, 17 de fevereiro de 2016 - 10h15

Lulla é o elo de muitos escândalos que têm atormentado a vida dos brasileiros, e isto vem acontecendo desde os primórdios de seu governo, quando eclodiu o mensalão, e ficamos todos embasbacados, com a confissão pública de Roberto Jefferson. Na ocasião, o cínico mentiroso alegou que não sabia de nada, e a oposição não fez nenhuma oposição. Muitos inclusive, são favoráveis ao garanhão de Garanhuns, numa imbecilidade que faz chorar os perspicazes. Porém, esperteza demais, ganância sem limites, caráter nenhum, mentiras em série, e cercado de lacaios corruptos, não pode permanecer imaculado e eterno anjinho da história. Lulla é o elo, é o chefe da quadrilha, e vale lembrar o ocorrido com alguns dos comparsas do bando.

  1. José Dirceu: O ex-ministro José Dirceu queria o cargo de presidente do país, este era seu alvo. Daí surgiu Roberto Jefferson e “melou” tudo. Zé Dirceu foi preso em novembro de 2013 por envolvimento no Mensalão. Depois foi liberado para regime aberto, e foi novamente preso em agosto de 2015 pela Operação Pixuleco, na fase 17 da operação Lava Jato. A penitenciária de Pinhais, Pr, o abriga desde então.
  2. Delúbio Soares: O ex-tesoureiro do PT, foi preso pela Polícia Federal, acusado por intermediação de propina desviada de contratos da Petrobrás, para repassar ao partido e as campanhas do PT.
  3. André Vargas: Metido a sabido, o ex-deputado federal e ex-Secretário de Comunicação do PT, foi preso em abril de 2015, acusado de manter negócios ilegais com o doleiro Alberto Youssef, além de tráfico de influência no Ministério da Saúde.
  4. José Genoíno: O empolado, aquele que mostra o punho fechado em sinal de protesto, comunista de carteirinha desde a década de sessenta, ex-deputado federal, ex-presidente do PT, foi preso em novembro de 2013, após ser condenado a cadeia em regime fechado, por envolvimento no Mensalão.
  5. João Paulo Cunha: O ex- presidente da Cãmara dos Deputados, foi preso em fevereiro de 2014, por peculato, lavagem de dinheiro e corrupção passiva. Em 2015, o Supremo Tribunal Federal autorizou o cumprimento do restante da pena de seis anos, em sua casa. Se tivesse roubado uma galinha, João Paulo provavelmente estaria preso em regime fechado até hoje.
  6. João Vaccari Neto: O “moche”, assim cognominado em função de sua inseparável mochila, ex-tesoureiro do PT, foi preso pela Polícia Federal, acusado de intermediação de propina desviada de contratos da Petrobrás, para benefício do PT.
  7. Paulo Roberto Costa: O ex-Diretor de Abastecimento da Petrobrás, entre 2004 e 2012, foi preso em março de 2014 por envolvimento em esquemas de lavagem de dinheiro. Hoje a Petrobrás está literalmente FALIDA, não tem como se recuperar, e além disso, terá que responsabilizar as perdas de investidores americanos, porque a governo e a justiça dos USA os protege.
  8. Delcídio Amaral: O primeiro senador de nossa República preso durante o exercício de seu mandato, bateu com a língua nos dentes quando soube que Lulla assim se manifestou: “Se deixar gravar pelo filho do Nestor Cerveró, é coisa de imbecil”. Então, Delcídio foi preso e engaiolado em novembro de 2015 pela Polícia Federal, após tentativa de sabotagem nas investigações da Operação Lava Jato e o plano envolvia a fuga do ex-Diretor Internacional da Petrobrás, Nestor Cerveró, para a Espanha. O plano era eliminar Cerveró! O telefonema de seu filho, à Delcídio, o salvou e esta gravação derrubou Delcídio e abalou os alicerces do Partido dos Trabalhadores.
  9. José Carlos Bumlai: Este pecuarista é amigo do peito de Lulla, e foi preso em novembro de 2015, durante a fase 21 da Operação Lava Jato, por repasse de R$ 12 milhões ao PT, numa simulação de empréstimo junto ao Banco Schain, ainda em 2004, no primeiro mandato do maior mentiroso do país. Vá lá, vá lá, eu sei que Dilma é páreo duro!
  10. E o sítio em Atibaia? E o tríplex no Guarujá? E os envolvimentos com Marcelo Odebrecht? E os envolvimentos com a Andrade Gutierrez que admitiu repasse de propinas ao PT, em obras da Copa do Mundo (que furada),em obras da Petrobrás, em obras da Usina Angra 3, em obras da Usina Belo Monte e em obras da ferrovia Norte-Sul?

Lulla está na alça de mira de Sergio Moro, e neste domingo de carnaval ouvi que o filho de Lulla, alertou aos brasileiros que se papai for preso, o Brasil vai pegar fogo. Uau, que moço atrevido! Muito bem, isto posto, Rui Falcão, presidente nacional do PT, na última quarta-feira, (03 de fevereiro), pediu aos deputados federais do PT que realizem defesas diárias e permanentes do ex-presidente Lulla. “Não se trata de desagravo porque não achamos que o presidente Lulla esteja agravado por esses canalhas que operam contra ele”, disse Falcão. Gente do céu, Lulla está a um passo da cadeia, e cegos como Rui Falcão, ignoram (fingem ignorar) o mar de lama que o elo de muitos escândalos, nos meteu! Sim, meus prezados, Luiz Inácio é o elo das maracutaias, negociatas, roubos e corrupção generalizada, e de tantas desgraças que recaem sobre o povo brasileiro. É atroz demais! Cumpre-me neste instante, recordar Joaquim Nabuco, que há mais de cem anos atrás, em meio às discussões sobre a abolição da escravatura, e o fim da monarquia, disse: “Necessitamos de uma reforma de nós mesmos, do nosso caráter de nosso patriotismo, e do nosso sentimento de responsabilidade cívica.”


TAGS:

João Antonio Pagliosa

João Antonio Pagliosa – Eng. Agrônomo – www.palestrantejoãopagliosa.blogspot.com.br

Ver mais publicações >

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS PUBLICAÇÕES
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente