O valor do tempo

Opinião
Guaíra, 16 de setembro de 2017 - 09h41

Tudo quando perdido, pode ser recuperado, exceto o tempo. Se estiver perdido, não há esperança de recuperá-lo. É por isso que o tempo é a coisa mais preciosa que pode ser possuída nesta vida.

O islamismo é uma religião que reconhece a importância do tempo e aprecia sua seriedade. Deus, diz: Na verdade, na alternância da noite e do dia e [no] o que Deus criou nos céus e na terra são sinais para um povo que teme a Deus [Alcorão 10: 6].

O Islã distribuiu seus grandes atos de adoração durante as partes do dia e as estações do ano para formar um sistema exato e preciso, que organizam a vida islâmica e medem a mesma com minutos, desde a ascensão até ao pôr-do-sol.

O tempo de vida do homem é a sua enorme capital sobre a qual ele será solicitado no dia do julgamento. Ele será perguntado sobre como ele gastou e como ele lidou com isso.  O Profeta Muhmad SWs disse: “Os pés de um escravo não se moverão no Dia do Juízo até que ele tenha sido questionado sobre quatro coisas: sua vida – como ele passou, sua juventude – como ele consumiu-o, sua riqueza – de onde ele ganhou e como ele passou, e seu conhecimento – como ele atuou sobre isso.”

O tempo tem características que são específicas para ele. Eles incluem o seguinte:

– Sua passagem rápida – o tempo passa como as nuvens. Não importa quanto tempo o homem viva nesta vida, sua vida é curta, pois a morte é o fim de cada criatura viva.  “Será, no dia em que o vejam, como se eles não tivessem permanecido [no mundo], exceto por uma tarde ou manhã [Alcorão 79: 46].”

– O que quer que aconteça não retorna e não pode ser compensado: todos os dias, horas ou momentos que passam não podem ser recuperados e, portanto, não podem ser compensados.

– É a coisa mais preciosa que o homem pode possuir: a preciosidade do tempo é atribuída ao fato de que é o recipiente de todas as ações. Na verdade, é o verdadeiro capital do homem, seja o indivíduo ou a sociedade. O tempo não é apenas ouro como o provérbio comum, mas é mais precioso do que ouro, pérolas e diamantes. O tempo é vida. Na verdade, a vida do homem não é senão o tempo que ele é dado desde o dia do nascimento até o dia de sua morte.

Entre as bênçãos que muitas pessoas são negligentes e ingratos, e ignorantes de seu valor, é a benção do lazer. É narrado pelo Profeta Muhmad Sws: “Há duas bênçãos que muitas pessoas não conseguem aproveitar ao máximo: boa saúde e lazer”. 

Não há dúvida de que o homem ama a vida e ama viver muito, e sim para sempre, se ele puder. A longa vida é considerada uma das bênçãos de Deus Todo-Poderoso, se alguém a usa para apoiar a verdade e fazer ações justas. O Profeta Muhmad sws foi perguntado: “Qual das pessoas é melhor?” Ele disse: “Aquele que vive uma vida longa e faz ações justas”.

A verdade é que a vida real do homem não são os anos que ele gasta desde o dia do nascimento até o dia de sua morte. Em vez disso, sua idade real é determinada de acordo com as boas ações gravadas para ele, onde não podemos ficar esperando o amanhã daquilo que podemos fazer hoje, aproveitando ao máximo nosso tempo, dando o direito de Deus, direito do nosso corpo, da nossa família, do nosso trabalho, da sociedade e do nosso lazer para que não ocorra jamais arrependimento, daquilo que gostaríamos de fazer e por conta da nossa própria inércia, não poderá mais ser reparado.

 


TAGS:

Girrad Mahmoud Sammour

Girrad Mahmoud Sammour, Advogado, Pós Graduado em Processo Civil, Professor Divulgador Do Instituto Latino Americano De Estudos Islamicos-Ilaei, Diretor Da Mesquita De Barretos-Sp. Dúvidas e palestras  [email protected]

Ver mais publicações >

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS PUBLICAÇÕES
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente