Um “Big Brother” para Guaíra

Opinião
Guaíra, 28 de novembro de 2021 - 09h19

Não se trata aqui de um grande reality show, daqueles que vemos em canais de televisão e que prendem a atenção de muita gente por aí. Na verdade, vamos tratar de coisa mais séria, a melhoria da segurança de nossa cidade e o que câmeras de monitoramento podem contribuir para isto.

Aumento da segurança para a população, redução das taxas de crimes, contribuição no rastreamento de criminosos, coleta de pistas e evidências, esses são apenas alguns dos benefícios da vigilância pública. Ou seja, o uso da tecnologia pode ser um grande aliado da segurança pública. 

Em Guaíra, foram várias as tentativas de instalação de câmeras que não vingaram em nosso município. Outras iniciativas viraram lei, a exemplo do projeto de lei n° 06, do vereador Rafael Talarico, que obriga a instalação de sistema de segurança e monitoramento por câmeras de vídeo nas áreas externas das agências dos correios e das instituições bancárias e financeiras de Guaíra. Até um “drone policial” foi apresentado recentemente. Iniciativas bem-vindas, claro, mas cabe aqui uma pergunta para a população. Nossa cidade está segura? 

Não é de hoje que vemos notícias de furtos de fiação em parques públicos e escolas, torneiras de banheiros públicos, e uma série de outros delitos, onerando os cofres municipais na reposição destes materiais. Um recurso que poderia estar atendendo outras prioridades do município. Na zona rural então nem se fala, é dia sim, outro também, de furtos de cabos de pivôs, e os produtores rurais, não aguentam mais. 

Cidades estão se tornando cada vez mais inteligentes. Explorar o potencial da tecnologia com  câmeras de segurança, desempenha um papel significativo na melhoria de vida das pessoas em áreas públicas e privadas.

Entre as várias cidades que adotaram o sistema, temos Ibitinga, uma cidade com cerca de 60 mil habitantes, que recentemente inaugurou sua central de monitoramento. Vigilância 24 horas, com uma estrutura capaz de monitorar em tempo real 176 pontos da cidade, operada pela Guarda Municipal de Ibitinga. Foram R$ 500 mil investidos através de convênio, em um sistema que conta com 176 câmeras de vigilância de última geração, capazes de buscar, com muita precisão, detalhes na mão de alguém há mais de 150 metros de onde a câmera estiver.

Este é apenas um exemplo dentre vários espalhados pelo Brasil. Está na hora de Guaíra fazer parte da lista de cidades que estão se modernizando e se tornando mais inteligentes. Talvez este grande “Big Brother”, não lhe traga fama e dinheiro, mas com certeza vai ajudar a tirar muito meliante de circulação.

  Por Maria Izildinha Lacativa

 

Na foto o birô de monitoramento da cidade de Ibitinga SP

 


TAGS:


OUTRAS PUBLICAÇÕES
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente