Um Único Deus

Opinião
Guaíra, 5 de outubro de 2016 - 09h28

Muitas pessoas acham que o islamismo é uma religião nova, diferente das anteriores, sendo que Alah, que significa Deus em árabe, é um Deus apenas dos muçulmanos.

A palavra árabe “Islã” significa “submissão” e é derivada de uma palavra que significa “paz”.  Como tal, a religião do Islã ensina que, para alcançar verdadeira paz de espírito e certeza de coração, devemos nos submeter a Deus e viver de acordo com Sua Lei divinamente revelada.

O Islã não é uma religião nova porque “submissão à vontade de Deus”, ou seja, Islã, sempre foi a única religião aceitável aos olhos de Deus.  Por essa razão, o Islã é a “religião natural” e a mensagem principal de todos os profetas sempre foi que só existe um Deus verdadeiro e único e que somente Ele deve ser adorado.

Esses profetas são vários, tais como Adão, Noé, Abraão, Isaque, Jacó, Moisés, Davi, João Batista e Jesus e o último Muhamad, que a paz esteja sobre todos eles.

O Judaísmo juntamente com o Cristianismo e Islamismo remontam ao Profeta e Patriarca Abraão. Os profetas dessas três religiões são descendentes diretos de seus dois filhos; Muhammad SWS descende do primogênito, Ismael. Moisés e Jesus descendem de Isaac (que a Paz e a Benção de Deus estejam sobre eles). Abraão estabeleceu as bases do que chamamos, hoje, a cidade de Makka na Arábia Saudita, e construiu a Kaaba, em direção da qual todos os muçulmanos se voltam quando oram.

Deus diz no Alcorão Sagrado – “E não enviamos antes de ti (Muhammad) Mensageiro algum sem que lhe revelássemos que: Não há outra divindade além de Mim. Adora-Me, e serve-Me!” (Alcorão 21:25) “E não te enviamos, senão como universal (Mensageiro), alvissareiro e admoestador para os humanos; porém, a maioria dos humanos o ignora.” (Alcorão 34:29).

O que muitos desconhecem é que os livros anteriores originais se perderam, por isso encontramos várias contradições, pois a palavra de Deus foi adulterada pelo homem, diferente do Alcorão, último livro sagrado, sendo o único sem qualquer mudança em todo o mundo, não alterando uma letra se quer.

Desta forma, nós muçulmanos praticamos os mesmos ensinamentos dos Profetas e livros enviados anteriormente, porém com uma nova legislação chamada Alcorão, pois o Criador sabe o que é necessário para cada ser humano em um determinada época.

Dentre as razões da rápida e pacífica difusão do Islamismo está a simplicidade de sua doutrina, onde convoca para a crença no Deus Único, merecedor de adoração. Ele também instrui o homem a usar seus poderes de inteligência e observação. Dentro de poucos anos grandes civilizações e universidades floresceram, uma vez que, de acordo com o Profeta Muhamad SWS: “Procurar o conhecimento é uma obrigação para todo muçulmano e muçulmana.”

A síntese das ideias orientais e ocidentais e os pensamentos novos e antigos geraram grandes avanços na medicina, matemática, física, astronomia, geografia, arquitetura, arte, literatura e história; e também o conceito do zero (que foi vital para o desenvolvimento da matemática), foi transmitido à Europa medieval pelo lslam. Os instrumentos sofisticados, que tornaram possíveis as viagens de descobrimento dos europeus, foram desenvolvidos, incluindo o astrolábio, o quadrante e os bons mapas de navegação.

Assim, nós muçulmanos adoramos um Único Deus, seguindo a última legislação revelada, que possui todos os ensinamentos dos profetas anteriores e tudo que é necessário para o ser humano até o final dos tempos.


TAGS:

Girrad Mahmoud Sammour

Girrad Mahmoud Sammour, Advogado, Pós Graduado em Processo Civil, Professor Divulgador Do Instituto Latino Americano De Estudos Islamicos-Ilaei, Diretor Da Mesquita De Barretos-Sp. Dúvidas e palestras  [email protected]

Ver mais publicações >

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

OUTRAS PUBLICAÇÕES
Ver mais >

RECEBA A NOSSA VERSÃO DIGITAL!

As notícias e informações de Guaíra em seu e-mail
Ao se cadastrar você receberá a versão digital automaticamente